Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 27/08/2020 ás 22h04

Internos do CEM fazem educador de refém em rebelião na tarde desta quinta-feira

O motim iniciou por causa de uma tentativa de fuga reprimida.
Internos do CEM fazem educador de refém em rebelião na tarde desta quinta-feira
Motim no CEM. Foto: Roberta Aline

Os internos do Centro Educacional Masculino (CEM) fizeram um agente socioeducador de refém em um motim na tardesta desta quinta-feira (27), em Teresina. Eles exigiam a presença de membros da Comissão de Direitos Humanos da OAB-PI e da juíza  juíza Elfrida Belleza, da 2ª Vara da Infância e Juventude da Comarca de Teresina. 

O educador conhecido como Pereira foi mantido refém pelos internos, mas liberado por volta das 14h30. Ele não ficou ferido. Alguns internos chegaram a subir no telhado do Centro Educacional e quebraram câmeras de monitoramento. Colchões e roupas foram queimados e o Corpo de Bombeiros foi acionado. Pelo menos 27 internos participaram do motim. 

A rebelião teve início por volta das 12h e encerrou 14h30, após a liberação de um educador mantido refém por cerca de duas horas. Conforme a Sasc, 36 dos 76 internos iniciaram o motim no pátio durante o banho de sol. O motim iniciou por causa de uma tentativa de fuga reprimida. 

Sete internos do Centro Educacional Masculino (CEM), localizado no bairro Memorare, Zona Norte de Teresina, foram transferidos para o Centro de Internação Provisória (CEIP) após 3 horas de motim nesta quinta-feira (27). De acordo com a Secretaria Estadual da Assistência Social (Sasc), responsável pela unidade, câmeras de monitoramento foram arrancadas e o pátio, que fica na área externa aos pavilhões, ficou destruído.

Nota

Acerca da rebelião ocorrida no Centro Educacional Masculino (CEM) nesta quinta-feira (27), a Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí informa que a magistrada Elfrida Belleza, titular da 2ª Vara da Infância e Juventude da comarca de Teresina, esteve no local para acompanhar os fatos. Apenas após a chegada da magistrada o refém foi liberado e a rebelião debelada.

Durante reunião com representantes da Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania, do Ministério Público do Estado do Piauí, da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil Secção Piauí foi determinada a transferência dos menores para outros estabelecimentos educacionais até a realização de reforma nas áreas depredadas.

Para averiguação de denúncias dos internos, será realizada, já a partir de amanhã (28), a oitiva de todos os menores que cumprem medidas socioeducativas no local.

Ressaltamos, ainda, que atualmente o CEM conta com 74 internos, não havendo superlotação ou procedimentos em atraso. Também estão sendo cumpridas as rotinas de visitas à unidade de internação pela magistrada.

Comentários
Justiça
TV Clube Notícias
Facebook
Teresina - PI
Atualizado às 08h50
27°
Muitas nuvens Máxima: 37° - Mínima: 23°
29°

Sensação

7 km/h

Vento

74%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Instagram
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp