Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 19/09/2020 ás 12h15 - atualizada em 21/09/2020 ás 08h58

Arte em movimento! Conheça a Arte CInética

Esse estilo busca mostrar o dinamismo real ou ilusório nas obras de arte
Arte em movimento! Conheça a Arte CInética
Stábile Elefante Negro – Alexander Calder (Reprodução)

Salut! Como vocês estão? Hoje trago mais uma forma de arte que vai despertar a curiosidade de vocês! Sabem o que significa Arte Cinética? Pois bem, o nome já entrega do que se trata: é a arte em movimento, dinamismo! Também conhecido como Cinetismo, esse movimento artístico surgiu em Paris, na década de 50.

Objeto cinético, de Abraham Palatnik (Foto: Reprodução/Romulo Fialdini/Itáu Cultural

O marco inicial dessa arte é A exposição Le mouvement (O movimento), que aconteceu em Paris, em 1955, na galeria Denise René. Ela reuniu trabalhos de artistas como Alexander Calder (1898-1976) e Vasarely (1908) e Marcel Duchamp (1887-1968). Esse último ficou bastante conhecido pelos seus “mobiles”, tipo de escultura com peças que se movimentam com a ação do vento.

Depois dessa exposição, surgiram vários grupos na Europa que se dedicaram à Arte Cinética, como “Equipo 57” (1957), na França; e o Grupo Zero (1958), na Alemanha. Alexander Calder foi um dos mais famosos nomes do estilo, produzindo mobiles que se movimentavam independentemente da posição e do olhar do observador.

Bichos, de Lygia Clark (Foto: Reprodução)

Entre as características exploradas nas obras estavam o uso de cores e sombras, tridimensionalidade e profundidade e a oposição ao figurativo. Explorando principalmente o abstracionismo, os artistas utilizavam elementos da chamada “Op Art”, que trabalhava a ilusão de ótica nas produções, para dar a impressão de movimento. A ideia é quebrar a concepção de arte “estática”, da pintura. Assim, podemos perceber que o estilo engloba não apenas obras que dão a impressão de movimento, mas também trabalhos que de fato se movimentam, utilizando elementos como o vento, o eletromagnetismo, água, motores, dentre outros.

Farfalhante, de Aluísio Carvão (Foto: Reprodução)

O movimento chegou ao Brasil na década de 60. E quem foram os nomes expoentes? Lygia Clark (1920-1988), Ivan Serpa (1923-1973), Abraham Palatnik (1928), para citar alguns dos principais. A obra “Superfície Farfalhante”, do artista paraense Aluísio Carvão é um exemplo de Arte Cinética. Você gostou de saber mais sobre esse estilo de arte? Vamos às dicas de hoje!

Nosso site está sempre com novidades! Acompanhe a Montmartre no Instagram e a loja virtual para conferir as obras de grandes artistas locais e nacionais! 

Comentários
Cultura
TV Clube Notícias
Facebook
Teresina - PI
Atualizado às 10h28
33°
Poucas nuvens Máxima: 38° - Mínima: 23°
36°

Sensação

11 km/h

Vento

49%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Instagram
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp