Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 03/03/2021 ás 16h45 - atualizada em 03/03/2021 ás 17h11

Made In Piauí: banda Validuaté conquista prêmio MBO Music Award e fala sobre novos projetos

O grupo que já está na ponta da língua do teresinense, agora é também, um destaque nacional.
Foto: Divulgação

Autenticidade, regionalismo e poesia. Essas são umas das diversas características encontradas nas composições da banda piauiense Validuaté. A banda já é figurinha carimbada no coração dos piauienses há quase 17 anos e já foi repertório de muitos momentos.

Com suas letras poéticas, fáceis, bem humoradas e até sarcásticas, a Validuaté vem ganhando destaque não somente no cenário local, mas também Brasil a fora. A banda piauiense concorreu a uma premiação nacional e levou a melhor. Trata-se do MBO Music Award Américas, um concurso 100% online.

Foto: Divulgação/Alexandre Rufino

Em entrevista ao portal Clube Notícias, José Quaresma, vocalista da banda, falou sobre tod o processo do concurso. “Recebemos o convite para participar representando o Piauí. Eu não conheci a empresa MBO até aquele momento. Depois que conversamos e eles me explicaram sobre o prêmio, que acontecia anualmente, eu fui ver o material das demais edições. O concurso teve quatro etapas, alternando-se entre voto popular e escolha da curadoria. De cara a Validuaté despontou como a mais votada. Nosso público se engajou muito. Foi muito bom”, conta o vocalista.

O MBO Music Award Américas tem como objetivo mostrar os destaques da música brasileira durante o referente ano, independentemente do gênero. E foi com suas canções autorais irreverentes que misturam diversos estilos que a banda mergulhou de cabeça no concurso. Quaresma conta também que a Validuaté concorreu a melhor música com a canção ‘Infinito’; a melhor clipe e maior torcida, e destaca que esta foi indispensável para o resultado final.

“Ao final de tudo, acabamos recebendo certificado de maior torcida, e vencemos o prêmio principal, de melhor música. Ganhar um prêmio em um ano tão difícil como 2020 é uma felicidade. A repercussão foi ótima. Na verdade não estávamos esperando tanta repercussão, mas é sempre muito bom quando podemos celebrar um prêmio de artista piauiense. Acredito que esse sentimento é geral”, celebra.

Quaresma diz que durante a pandemia a Validuaté se recolheu em isolamento e muitas questões da banda foram tratadas em reuniões virtuais. Mas mesmo em um cenário de solo tão rígido, ainda se pode plantar e colher frutos. Mesmo com o distanciamento a Validuaté conseguiu lançar um single, da música "Love" em uma versão diferente da que já havia sido lançada no último álbum, e mais dois videoclipes, das músicas "Poeira de Estrelas" e "Eu Preciso De Você" com colaboração dos fãs. Além disso, a banda realizou três lives oficiais pelo canal da banda no Youtube.

Quando perguntado sobre projetos futuros, Quaresma diz que os fãs do grupo terão novidades ainda este mês, com o lançamento da música "Meu Lugar". “Esta música deve integrar o nosso próximo álbum, que deve ser lançado ainda este semestre. Não sabemos se ainda será possível realizar shows este ano com público dançando e se divertindo junto, mas é do que mais sentimos falta. Em março também participaremos do Festival Corisco Beat, um festival que começa virtual, mas tem pretensões de se realizar presencialmente num futuro próximo”, conta José Quaresma.

 

A trajetória na banda

A banda Validuaté surgiu em 2004, em Teresina, e em pouco tempo conquistou um público que foi crescendo a cada show. Com a proposta de experimentação rítmica sempre alternando e brincando com os ritmos, a banda que hoje se vê como pop-indie, atualmente a banda é composta por Zé Quaresma nos vocais/violão/viola, Vazin Silva na guitarra, Leone Vinicius nos teclados, Igor Melo no baixo e John Well na bateria.

A banda também já abriu shows de nomes importantes como Caetano Veloso, João Bosco, Paralamas, e dividiu palco com artistas como Jorge Mautner e Zéu Britto.

Com letras inspiradoras e autenticas, a banda bem embalando diversos momentos na vida dos piauienses. Sobre o processo de criação das canções, Quaresma conta que até hoje não há formula.

Foto: Divulgação

“Cada canção nasce de um jeito. Não tem uma única fórmula. Às vezes vem uma melodia primeiro, às vezes um verso. Aí vem os vários processos de refinamento da melodia, dos versos. Hoje eu componho escrevendo direto no computador, celular, tablet, e já vou salvando na nuvem. É um processo muito prazeroso. Depois de pronta a canção, eu passo alguns dias cantando e ouvindo as gravações. É tanto um exercício para fixar letra e melodia, quando um momento de contemplação, de teste para saber se as emoções/sensações de quando a compus ainda estão por ali”, finaliza o também compositor.

 

Comentários
Cultura
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
  • O Boticario - Banner lateral
Teresina - PI
Atualizado às 14h40
33°
Nuvens esparsas Máxima: 31° - Mínima: 23°
37°

Sensação

9 km/h

Vento

53%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
  • Ban - Lateral - Momentos Cidade Junina
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp