Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 16/04/2021 ás 10h18

Operação Fake News: polícia apura disseminação de fake news contra políticos no Piauí

Polícia Civil do Piauí cumpriu mandado de busca e apreensão e suspeito confessou os crimes.
Foto: Ascom PCPI

A Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática - DRCI, com apoio da Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública – DINTE/SSP, deflagrou a fase ostensiva da ‘Operação Fake News’ nessa quinta-feira (15), com o cumprimento de um mandado de busca e apreensão em Teresina.

Uma operação para cumprir mandado de busca e apreensão em Teresina, contra suspeito de disseminar agressões em redes sociais a autoridades políticas e candidatos nas eleições de 2020 foi deflagrada pela Polícia Civil. A operação investiga crimes contra honra praticados contra o governador, secretários, deputados e prefeitos e pré-candidatos a prefeito, que foram candidatos nas últimas eleições.

De acordo com informações, o suspeito do crime receberia recursos públicos da prefeitura da Valença (município a 220 km de Teresina) e teria sido contratado por um marketeiro do Ceará, para difamar candidatos nas eleições de Teresina. 

A investigação iniciou ainda no começo do ano passado, quando foram instaurados inquéritos policiais, para apurar crimes contra a honra (calúnia, difamação) praticados contra autoridades públicas no Piauí em redes sociais (Facebook e WhatsApp). De acordo com a nota da Polícia Civil, dentre as vítimas iniciais havia o Governador do Estado, secretários de estado, deputados estaduais, prefeitos e pré-candidatos a prefeito.

Segundo o Delegado Anchieta Nery, titular da DRCI, “o investigado responsável por disseminar as agressões nas páginas e perfis falsos confessou a prática em interrogatório policial, afirmando que os ataques às autoridades de Valença tinham como mentor o então Secretário de Governo da cidade, em 2020.”

Segundo a autoridade policial, a confissão do investigado foi corroborada por elementos de prova técnica colhidos no Inquérito Policial (afastamento de sigilo bancário e de dados).

"A quantidade de perfis e grupos em redes sociais manipulados, pelos investigados com objetivo de manipular a opinião pública com objetivos eleitoreiros caracteriza verdadeiro ato atentatório à democracia", explica delegado Anchieta Nery.

Comentários
Polícia
  • newland
  • O Boticario - Banner lateral
Teresina - PI
Atualizado às 02h02
24°
Alguma nebulosidade Máxima: 33° - Mínima: 23°
24°

Sensação

7 km/h

Vento

94%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2022 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp