Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 23/06/2021 ás 09h45
Fonte: Com informações da Ascom

Conselho Municipal de Cultura cobra homologação de tombamento do Meduna

Segundo o presidente do CMPC de Teresina, consta no Diário Oficial do Município do dia 18 de junho que os proprietários do Complexo Meduna foram notificados.
 Conselho Municipal de Cultura cobra homologação de tombamento do Meduna
Foto: Reprodução/MP-PI

O Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) cobra da Prefeitura de Teresina a homologação do tombamento do Complexo do Meduna. No último dia 07 de junho o Conselho emitiu parecer com a aprovação do Tombamento do antigo Sanatório Meduna, mas a homologação ainda não foi feita pelo Executivo Municipal.

Segundo o presidente do CMPC de Teresina, consta no Diário Oficial do Município do dia 18 de junho que os proprietários do Complexo Meduna foram notificados, pela segunda vez, sendo solicitada a Certidão de inteiro teor do imóvel, que foi enviada por eles para a Prefeitura.

“Em âmbito nacional, desde ontem dia 21/06/2021, o Meduna está provisoriamente tombado, sob o Nº 1954-T-21, estando assim registrado no Arquivo Central do IPHAN no Rio de Janeiro. Pela Lei Municipal, qualquer intervenção sem anuência dos órgãos competentes, como o CMPC de Teresina, é considerada um dano ao patrimônio, com penalidades como: Revogação da Autorização; Cassação de Licença; Reparação e indenização por danos, entre outas”, explica o presidente do CMPC, João Henrique Vieira.

A coordenadora da Câmara Técnica do Patrimônio do CMPC de Teresina, Camila Ferreira, destaca o trabalho em defesa do Patrimônio Material. “A Câmara Técnica serve de apoio para o Conselho Municipal de Política Cultural de Teresina, é uma Câmara permanente dentro do CMPC e sua atuação foi muito importante nesse processo de tombamento do Meduna, e também para a articular e fomentar na população o interesse por essas pautas. É de extrema importância fortalecer o conselho nesse trabalho de preservação de nosso patrimônio. A câmara está em constante trabalho, porque temos outras pautas relevantes, temos uma agenda de trabalho”, informou Camila.

O CMPC informa ainda que são bens tombados em Teresina os seguintes imóveis: Igreja de Nossa Senhora do Amparo (bairro Poti Velho); Edifício da Justiça Federal (Cenajus); Edifício da Antiga Intendência (Fundação Wall Ferraz); Palácio da Cidade (Prefeitura); Fábrica de Fiação (Armazém); Grupo Escolar Abdias Neves (Biblioteca Cromwell de Carvalho); Casarão do Barão de Gurguéia (Casa da Cultura); Casarão dos Libórios (Museu de Arte Sacra); Jockey Clube de Teresina.

“Ressaltamos ainda que qualquer processo de “destombamento” é um grande retrocesso e o descompromisso com a preservação de nossa memória e patrimônio. Nesse sentido ressaltamos a importância da preservação desses bens, e da homologação pela prefeitura do Tombamento do antigo Sanatório Meduna, Capela e entorno, protegendo mais esse patrimônio de nossa cidade”, acrescenta João Henrique Vieira.

Comentários
Geral
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
  • O Boticario - Banner lateral
Teresina - PI
Atualizado às 12h55
32°
Poucas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 19°
33°

Sensação

15 km/h

Vento

43%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
  • Ban - Lateral - Momentos Cidade Junina
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp