Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 21/06/2018 ás 14h46 - atualizada em 21/06/2018 ás 23h26
Fonte: Com informações do GP1

Votação para reajuste dos professores é marcada por tumulto e agressão

A categoria não aceita o reajuste de 2,95% e afirma que vai continuar em greve.
Votação para reajuste dos professores é marcada por tumulto e agressão
Professores levaram faixas e cartazes em protesto na ALEPI. Foto: Lucas Dias/GP1

A manhã desta quinta-feira na Assembleia Legislativa do Piauí foi marcada por tulmutos e agressões durante a votação sobre o reajuste dos professores e servidores da educação. A categoria pedia 6,81%, mas foi aprovado apenas 2,95%, o que gerou a confusão.

Diversos representantes da classe compareceram à sessão, se mostrando indignados com a decisão dos deputados. O presidênte da camara, Themístocles Filho (PMDB), foi cercado por alguns manifestantes, que o chamavam de golpista. Jornalistas e até mesmo alguns professores foram empurrados durante a confusão, alguns cairam e se machucaram levemente.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (SINTE-PI) afirma que a categoria não vai aceitar o reajuste e permecerá em greve, afirmando que tal decisão foi um 'golpe'. A gente percebe um golpe capitaneado pelo governador do estado com a base governista. Estão aqui reunidos, os deputados da base aliada, para aprovar às escondidas uma lei do reajuste de 2,95%. Então a situação é caótica no Piauí e nós vamos continuar em greve por tempo indeterminado", declarou.

A oposição considerou a aprovação do reajuste como ilegal, pois estaria sobrepondo uma lei que já está em vigor, como afirmou o deputado Marden Menezes. "Essa casa aprovou uma matéria, que foi publicada no Diário Oficial no dia 14 deste mês. Uma vez publicada no Diário Oficial, a lei está em vigor. Nenhuma votação em plenário antes, que haja outra lei revogando essa lei anterior, pode se sobrepor a um dispositivo legal que está em vogência. Ou seja, o governo só poderia propor uma outra matéria tratando do reajuste de servidores a partir de 2019, para esse ano a lei que tem que ser respeitada é a lei que está em vigor", delcarou.

A justificativa para a redução do valor do reajuste se deve ao período eleitoral, no qual limita o aumento salarial ao valor da inflação, que neste ano foi de 2,95%.

Comentários
Geral
  • O Boticario - Banner lateral
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
  • newland
Teresina - PI
Atualizado às 16h58
33°
Nuvens esparsas Máxima: 34° - Mínima: 23°
37°

Sensação

11 km/h

Vento

53%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2022 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp