Política
Eleições 2018
Economia
Esportes
Entretenimento
Concursos
Postada em 12/09/2018 ás 15h23 - atualizada em 13/09/2018 ás 15h23

Instituto NET Claro Embratel se une ao UNICEF no combate ao atraso escolar

Objetivo é produzir tecnologias para diminuir atraso escola de estudantes no Brasil.
Instituto NET Claro Embratel se une ao UNICEF no combate ao atraso escolar
Assinatura de parceria do Instituto com o Unicef.

O Instituto NET Claro Embratel, responsável pelas iniciativas de responsabilidade social das três marcas do grupo Claro Brasil, acaba de tornar-se, oficialmente, parceiro estratégico do UNICEF no plano de ação do projeto Trajetórias de Sucesso Escolar. O objetivo é produzir e testar tecnologias educacionais para o desenvolvimento de currículos específicos para adolescentes em situação de atraso escolar no Brasil. Em todo o país há mais de 7 milhões de estudantes com dois ou mais anos de atraso escolar entre os 35 milhões matriculados no ensino fundamental e no ensino médio, segundo dados do Censo Escolar 2017.

A parceria tem a meta de reduzir, até 2021, em 20% a distorção idade-série em 12 municípios pilotos.  A assinatura formal da parceria ocorreu hoje, na sede da Claro Brasil, entre o presidente do grupo de Telecom e também do instituto, José Félix, e a representante da UNICEF no Brasil, Florence Bauer.

Educação é um dos pilares do Instituto NET Claro Embratel. Cerca de 54 mil alunos já foram beneficiados pelos projetos educacionais mantidos pelo instituto. “Acreditamos que a educação é o principal alicerce para o desenvolvimento da sociedade. O Instituto NET Claro Embratel e o UNICEF estão unidos para contribuir diretamente com o desenvolvimento dos adolescentes no Brasil.  Estamos certos de que teremos sucesso com a estratégia traçada”, disse Daniely Gomiero, Vice Presidente de projetos do Instituto NET Claro Embratel e Diretora de Responsabilidade Social e Comunicação da Claro Brasil.

As ações do Trajetórias de Sucesso Escolar serão voltadas, especialmente, aos mais de 1.900 municípios do semiárido e da Amazônia Legal brasileira em que o UNICEF atua por meio do Selo UNICEF, e em 10 capitais brasileiras nas quais o UNICEF implementa a Plataforma dos Centros Urbanos. A primeira reunião de trabalho está marcada para o próximo dia 20. O início do projeto, propriamente, está previsto para outubro.

A complexidade para corrigir o atraso escolar dos adolescentes exige ações integradas em três níveis de gestão: das redes, da escola e da sala de aula. A parceria viabilizará uma série de práticas e metodologias de enfrentamento à distorção idade-série; metodologia de gestão e de formação em serviço de gestores e professores desenvolvida e testada em territórios a serem selecionados entre aqueles de atuação prioritária do UNICEF.

“Com a parceria, esperamos avançar na garantia de que cada menina e cada menino tenha acesso à escola, permaneça, aprenda e possa concluir sua educação básica, na idade adequada. É mais uma das importantes iniciativas que vêm contribuindo com o país na promoção do direito à educação de qualidade. Fora da escola não pode! E estar na escola sem aprender, também não pode”, disse Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil.

Distorção idade-série

A taxa de distorção idade-série é medida pela proporção de alunos com mais de 2 anos de atraso escolar em cada ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. No Brasil, a criança deve ingressar no 1º ano do Ensino Fundamental aos 6 anos de idade com a expectativa de que conclua os estudos nesta modalidade até os 14 anos de idade. No caso do Ensino Médio a idade regular de entrada é a de 15 anos, devendo o mesmo ser concluído até os 17 anos de idade. Para mais informações, acesse o estudo "Panorama da distorção idade-série no Brasil". E, no site http://trajetoriaescolar.org.br/ você encontra dados sobre distorção idade-série em cada estado, município e escola (municipal ou estadual) do País. 

Educação e Tecnologia

Além da parceria com o Unicef, o Instituto NET Claro Embratel conta com diversos projetos voltados para a educação como: o [email protected], que promove a capacitação de professores para o uso das tecnologias digitais, facilitando o processo de ensino e aprendizagem, e faz a doação de internet banda larga para as escolas da rede municipal; o Campus Mobile, que estimula o empreendedorismo ao aproximar o jovem do mercado de trabalho; o NETLAB TV, que busca identificar talentos criativos do setor audiovisual de todo o país e gerar mais oportunidades neste segmento; e o Dupla Escola, que possibilita a formação técnico-profissionalizante em telecomunicações em uma instituição de ensino médio pública de modelo integral e integrado no Rio de Janeiro.

SOBRE O INSTITUTO NET CLARO EMBRATEL

A área de Responsabilidade Social do Grupo Claro Brasil, composta pelas marcas NET, Claro e Embratel, investe continuamente em ações relacionadas à Educação e à Cidadania, por meio do Instituto NET Claro Embratel, com o objetivo de atuar em frentes sociais que integram a tecnologia e a informação como fonte de desenvolvimento e conhecimento. Desta forma, realiza e apoia projetos como o Campus Mobile, o [email protected], o Programa Dupla Escola, entre outros. O Instituto NET Claro Embratel é qualificado como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo Ministério da Justiça, e é reconhecido pelo Departamento de Informação Pública das Nações Unidas (DPI/ONU) como uma organização não governamental corporativa que promove os ideais e princípios sustentados pela Carta das Nações Unidas. Além disso, através de sua Plataforma Institucional, as marcas NET, Claro e Embratel propõem a conexão entre as pessoas para a construção de um amanhã gigante. O movimento é parte de uma inciativa que aborda a gestão corporativa e manifesta o compromisso com a sociedade. Entre as iniciativas estão os Theatros NET São Paulo e Rio de Janeiro, Estação NET Cinema, NET Live Brasília, entre outros. Conheça outras realizações no Relatório Social de 2017 do Instituto: https://www.institutonetclaroembratel.org.br/wp-content/uploads/relatorio-social/2017/mobile/index.html#p=52

SOBRE O UNICEF

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos.

Comentários
Ciência e Tecnologia
TV Clube Notícias
Facebook

Teresina - PI

Obtido às 21:31

26º

Min 22º Max 31º

Muito nublado

5:33 am 5:58 pm 77% 12.87 km/h
RAPIDINHAS
Postada em 11/05/2018 ás 08h38

O Piauí é um dos estados que apresentaram maior crescimento nos gastos com a previdência de servidores, entre 2005 e 2016. Os dados, divulgados por Estadão, são de um levantamento realizado pelo economista piauiense Raul Velloso. O estudo aponta ainda que neste período, os gastos dos estados - na média - cresceram até 111%, chegando aos R$ 163 bilhões no último ano. Além do Piauí, Sergipe e Santa Catarina também registraram aumentos consideráveis nos gastos com a previdência. Os dados completos do estudo serão apresentados em um fórum nacional nesta quinta-feira (10).

Postada em 09/05/2018 ás 08h26

Não houve acertadores para as seis dezenas do concurso 2.038 da Mega-Sena, realizado nesta noite (8), em Maravilha (SC). As dezenas sorteadas foram: 06 – 25 – 26 – 35 – 38 - 40. O prêmio estimado era de R$ 28 milhões. A estimativa de prêmio do próximo concurso, que ocorre na próxima quinta-feira (10), é distribuir R$ 30 milhões. A Quina teve 28 apostas ganhadoras, e cada um vai levar R$ 65.960,70. Outras 2.768 pessoas ganharam na Quadra, com prêmio de R$ 953,18 para cada.

Postada em 06/03/2018 ás 09h53

Há exatos 5 anos, no dia 6 de março de 2013 morreu o cantor e compositor da banda Charlie Brown Jr, Chorão. Fãs prestam homenagem na Internet ao ídolo.

Postada em 22/02/2018 ás 10h20

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) atualizou, nesta sexta-feira (16/02), os dados do setor de planos de saúde que são disponibilizados para consulta na Sala de Situação. Os números relativos a janeiro confirmam a tendência de estabilidade que vinha sendo observada ao longo de 2017, com leve crescimento tanto no comparativo mensal como no comparativo dos últimos 12 meses. São 47,4 milhões de beneficiários em planos médico-hospitalares no país, 119,5 mil a mais que o número registrado em dezembro e cerca de 64 mil a mais em relação a janeiro do ano passado.

Postada em 22/02/2018 ás 10h19

Com o objetivo de supervisionar e assegurar o exercício legal da profissão, o Conselho Regional de Administração do Piauí (CRA-PI) realizou a fiscalização em 75 empresas no último ano. Ao todo, foram arrecadados mais de R$ 12 mil em multas aplicadas.

Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2018 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium