Política
Economia
Esportes
Entretenimento
Concursos
Downloads
  • Grupo CEV
  • Ilhotas Padaria
  • SESAPI Dengue
  • Colegio St Marcelina
  • ITTNet
  • Secretaria Estadual de Saúde
  • Campanha Pró Piauí
Postada em 11/04/2018 ás 18h01 - atualizada em 11/04/2018 ás 18h01

Governador visita barragem, mas não comenta sobre omissão do Estado aos alertas dados

Segundo Wellington, a última revisão feita na estrutura da barragem foi realizada em 2015.
Governador visita barragem, mas não comenta sobre omissão do Estado aos alertas dados
Equipe discutindo sobre situação das cidades afetadas pelas chuvas. Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

A cidade de José de Freitas recebeu nesta quarta-feira uma comitiva de secretários, deputados, membros da Defesa Civil, Idepi e o governador Wellington Dias para tratar da situação da barragem do Bezerro. Na oportunidade, Wellington negou omissão do estado aos alertas recebidos, mas não explicou o porque do não atendimento das solicitações das prefeituras aos alertas dados.

No encontro, foi destacado que muitas cidades estão sendo afetadas pelas cheias do rio Parnaíba, inclusive a capital Teresina. Para isso, está sendo recebido apoio do Ministério da Integração Nacional, que em conjunto com demais órgãos, vão monitorar as barragens do estado, previsões de próximas chuvas, acolhimento de famílias desabrigadas e recuperação de estradas. Os estados do Ceará e Maranhão também irão colaborar nos atendimentos.

Sobre os alertas que os municípios enviaram ao estado, principalmente o de José de Freitas, que alertou o governo sobre o risco de rompimento da barragem há um ano, o chefe do executivo limitou as palavras, afirmando que mesmo com os avisos, não se poderia prever tamanhos estragos. "Fizemos a revisão de todas as barragens e não se tinha previsão do que poderia acontecer", comentou.

Segundo o governador, esta revisão teria ocorrido em 2015, quando o estado passava por longos anos de seca. "Como tínhamos vivido cinco a seis anos de seca, em 2015, fizemos o primeiro diagnóstico dos açudes e barragens. Na do Bezerro nós já tinhamos um diagnóstico, que não colocava em risco, mas precisava de um melhoramento no sangradouro. Tivemos agora que agir por conta disso. O objetivo é baixar na saída do sangradouro, para reduzir a força da água ao sair para evitar que ocorra algum dano", comentou.

A vazão da água na barragem está provocando alerta em outras cidades como Barras. Isso porque elas são banhadas pelo rio Maratoan, que nos últimos dois dias aumentou o nível em dois centimetros a cada hora. Nisso, famílias ribeirinhas foram retiradas após alerta de alagamento da Defesa Civil. Ao todo, cerca de 15 mil pessoas estão em locais com risco de alagamento.

Comentários
Geral
TV Clube Notícias
Facebook

Teresina - PI

Obtido às 18:42

32º

Min 23º Max 35º

Alguma nebulosidade

43% 9 km/h Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel
#ConselhoDoDia
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium