Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 12/09/2019 ás 15h27 - atualizada em 13/09/2019 ás 09h44
Fonte: G1 Piauí

Parque de Exposição Dirceu Arcoverde é interditado após identificar cavalo com doença contagiosa

O calendário de vaquejadas está suspenso e a 69° Expoapi foi adiada.
Parque de Exposição Dirceu Arcoverde é interditado após identificar cavalo com doença contagiosa
Hospital Veterinário Universitário da Universidade Federal do Piauí (HVU-Ufpi). Foto: Reprodução/TV Clube

O Parque de Exposição Dirceu Arcoverde foi interditado nessa quarta-feira (11) pela Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), após receber um cavalo com a doença de mormo. 

Segundo G1 Piauí, o calendário de vaquejadas está suspenso e a 69° Expoapi foi adiada. Após a sacrificação do animal acometido pela doença, cerca de 50 cavalos que estavam em contato não poderão sair enquanto aguarda os resultados dos exames. E que segundo a Secretaria Estadual do Agronegócio a interdição durará cerca de 60 dias.

"O laboratório pede em média 21 a 30 dias para o resultado desse exame e há a necessidade de repetição então é feita uma coleta agora e quando sair o resultado uma segunda coleta. Caso haja alguma confirmação o parque ficará interditado por mais alguns dias para que seja feito tanto o sacrifício dos animais infectados e tanto a desinfecção. Caso não haja nenhuma confirmação de caso, o parque será liberado", disse a Secretaria Estadual do Agronegócio, Simone Araújo.

Simone Araújo acrescenta que o surgimento da doença não tem relação com a falta de fiscalização e que os animais testaram positivo para “mormo” eram de propriedades de alto valor, além da boa estrutura.

“O Governo do Estado, através da Adapi, segue acompanhando de perto e disponibilizando toda a estrutura necessária para identificar e eliminar todos os focos da doença no estado”, afirmou.

Segundo a Adapi, as amostras coletadas dos exames serão enviadas ao Ministério da Agricultura, de onde, após 15 dias, sairão os resultados. Este é o quarto foco e o quinto caso da doença no Piauí, em 2019.

Todos os funcionários foram encaminhados para o Hospital de Doenças Tropicais (Natan Portela) para a realização de exames.

Doença de mormo

Uma doença infectocontagiosa que acomete equinos e que podem ser transmitidas para humanos. Em animais os sintomas recorrentes destacam: a febre, fraqueza, corrimento viscoso nas narinas e a presença de nódulos subcutâneos, nas mucosas nasais, nos pulmões e gânglios linfáticos. E que as formas de contágio acontecem através do contato com o material infectante, como pus, secreção nasal, urina e fezes.

Caso no Hospital Veterinário Universitário da UFPI

Em julho deste ano, o caso da doença foi registrado na clínica de animais de grande porte, no Hospital Veterinário Universitário da Universidade Federal do Piauí (UVU-Ufpi). A Adapi interditou o local após descobrir que o animal que estava internado, estava com a doença.

 

Comentários
Geral
  • O Boticario - Banner lateral
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
Teresina - PI
Atualizado às 02h33
25°
Alguma nebulosidade Máxima: 32° - Mínima: 22°
25°

Sensação

8.1 km/h

Vento

94%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
  • Ban - Lateral - Momentos Cidade Junina
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp