Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 16/10/2019 ás 16h18

Programa da ONU realiza projeto voltado aos direitos das mulheres na Região Metropolitana de Teresina

O foco principal do projeto são mulheres envolvidas na política estadual e mulheres jovens; Cinco municípios serão contemplados.
Programa da ONU realiza projeto voltado aos direitos das mulheres na Região Metropolitana de Teresina
Oficina com as gestoras públicas, parlamentares e representantes políticas acontece amanhã (17). Foto: Reprodução/ Seplan

O projeto "Mulheres Resilientes = Cidades Resilientes" do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Brasil inicia amanhã no Piauí. Nos dias 17 e 18 de outubro será realizada uma oficina de formação para atuação política voltada aos temas dos direitos das mulheres. O evento acontece na  escola do Tribunal de Contas do Estado (Av. Pedro Freitas, nº 2100, prédio anexo II). As participantes serão as gestoras públicas, parlamentares e representantes da sociedade civil que já têm forte atuação no tema.

De acordo com o PNUD, as mulheres jovens além de serem as principais vítimas de feminicídio e de mortalidade materna, também são as mais afetadas pelo desemprego e pela carga de trabalho não remunerado no Brasil. Numa tentativa de reverter essa situação, o projeto vai desenvolver no Piauí uma iniciativa que visa o empoderamento econômico e a autonomia financeira de mulheres de 18 a 29 anos. 

Depois de se reunir com o governo local e analisar os indicadores da região, o PNUD definiu o empoderamento econômico das mulheres jovens como o principal desafio para o desenvolvimento. As ações do projeto são realizadas nos municípios de Teresina, Demerval Lobão, Nazária, José de Freitas e Timon (esse último, no estado do Maranhão) – que, juntos, somam 1,05 milhão do total de 1,25 milhão de habitantes da região metropolitana de Teresina.

A ideia é compartilhar boas práticas de atuação conjunta entre esses atores sociais para que a pauta dos direitos das mulheres se mantenha entre as prioridades políticas e orçamentárias dos governos estaduais e municipais nos próximos anos.

A analista de Programa de Gênero e Raça do PNUD, Ismália Afonso, afirma que o projeto desenvolverá, junto a governos estaduais e municipais, sugestões de ações de políticas públicas nas áreas de enfrentamento a violência, promoção a saúde, políticas públicas que reduzam a sobrecarga de trabalho doméstico não remunerado, de inclusão produtiva, entre outras. 

O objetivo é orientar sobre melhores políticas públicas a partir de uma perspectiva de gênero. “A ideia é que essas ações tenham um caráter fomentador de políticas públicas. A partir dessa série de sugestões, as prefeituras, Governo do Estado e outras representações do poder público na região metropolitana vão poder absorver as sugestões dentro dos seus instrumentos de políticas pública”, disse Ismália. 

De acordo com o prefeito de Teresina, Firmino Filho, a prefeitura prestará apoio ao projeto. “Essa parceria é interessante para garantir a longevidade do que for realizado. Será um prazer começar a iniciativa aqui na capital para, no futuro, servir de modelo para todo o país”, afirmou.

Comentários
Cidades
  • O Boticario - Banner lateral
  • newland
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
Teresina - PI
Atualizado às 22h36
25°
Chuva fraca Máxima: 36° - Mínima: 25°
25°

Sensação

28 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp