Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 30/10/2019 ás 14h12 - atualizada em 30/10/2019 ás 15h52

Cerca de 650 mil famílias serão beneficiados com o desconto na conta de energia elétrica

A tarifa social beneficiará cerca de 1,9 milhões de pessoas com descontos de 10% a 65%.
Cerca de 650 mil famílias serão beneficiados com o desconto na conta de energia elétrica
Cooperação técnica assinado entre a Sasc e a companhia de energia Equatorial. Foto: Reprodução

O termo de coorperação técnica assinado pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) e a companhia de energia Equatorial, em julho deste ano, beneficiarão um total de 650 mil famílias no Piauí, cerca de 1,9 milhão de pessoas, com a tarifa social de energia elétrica. O que permitem descontos de 10% a 65% na conta do usuário.

O benefício é um direito das famílias em que a renda por pessoa seja de até meio salário mínimo e que para ser incluído na tarifa social, o cidadão interessado precisa comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município, levando a conta de energia. Após conferir todos os dados, o Cras automaticamente comunica à Equatorial e, no mês seguinte, o desconto já é aplicado na conta do consumidor.

Tem direito, as famílias que possuem algum integrante com Benefício de Prestação Continuada (BPC) e que tenham algum membro que esteja em tratamento de saúde que utilize equipamento que consuma muita energia elétrica; e famílias indígenas e/ou quilombolas. além de inscritas do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), esse têm o benefício de forma automática, desde que estejam com os dados atualizados.  Dos 3,2 milhões de piauienses, 1,9 milhão estão inseridos no cadastro.

De acordo com o diretor técnico do projeto Sasc Integração, Flávio Marcos Madiel conta que na época da assinatura do acordo, o órgão implantou uma plataforma tecnológica com um banco de dados sociais organizado. “Assim, há agilidade e rapidez, beneficiando quem mais precisa”, acrescenta.

E uma das vantagens da cooperação, é que nem a conta de energia e nem a casa precisam ser no nome do morador para ele ter direito e que para as coletas de informações também será feita por mais de 2,5 mil técnicos municipais capacitadas pela Sasc. “Eles vão à residência, procurando conseguir os dados”, explica o gerente do Cadastro Único e Bolsa Família no Piauí, Roberto Oliveira.

Uma das beneficiadas é a família da Maria Guedes. Mãe de uma filha cadeirante, a dona de casa não pode trabalhar, ela teve conhecimento através do Cras que, mesmo a filha tendo benefício assistencial por ser cadeirante, tinha direito à tarifa social. “Já fui lá e agora tenho o desconto. É muito bom porque eu já fico com dinheiro a mais para usar no supermercado, na farmácia e comprar roupa”, afirma.

Uma das beneficiadas da tarifa social, Maria Guedes.  Foto:Reprodução

 

Comentários
Economia
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
  • O Boticario - Banner lateral
Teresina - PI
Atualizado às 21h00
27°
Alguma nebulosidade Máxima: 33° - Mínima: 23°
30°

Sensação

11 km/h

Vento

84%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
  • Ban - Lateral - Momentos Cidade Junina
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp