Política
Economia
Esportes
Entretenimento
Concursos
Downloads
  • Colegio St Marcelina
  • Grupo CEV
  • Secretaria Estadual de Saúde
  • Ilhotas Padaria
  • ITTNet
  • SESAPI Dengue
  • Campanha Pró Piauí
Postada em 29/11/2019 ás 09h56 - atualizada em 29/11/2019 ás 10h52

Taxa de desemprego cai para 11,6%, aponta IBGE

Os dados coletados são referentes ao trimestre que finalizou no mês de outubro

A taxa de desemprego nacional caiu para de 11,6% no trimestre móvel encerrado em outubro.  O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou nesta sexta (29), dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) e o valor mostra uma queda em relação ao trimestre anterior de maio-junho-julho que apontava uma taxa de 11,8% e no mesmo período do ano passado que era de 11,7%. 

Em um período de sazonalidade mais favorável à criação de vagas, o país tinha 94,055 milhões de pessoas ocupadas, 0,5% a mais na comparação ao trimestre imediatamente anterior (470 mil pessoas a mais) e 1,6% a mais do que no mesmo período do ano passado (incremento de 1,436 milhões mil pessoas).

A população desempregada, formada por pessoas que procuravam emprego, sem encontrar, somava 12,367 milhões, 1,6% abaixo do trimestre móvel encerrado em julho (redução de 202 mil pessoas) e 0,5% a mais frente ao mesmo período do ano passado (mais 58 mil pessoas).

A força de trabalho nacional, que é composta pela combinação de ocupados e desempregados, atingiu 106,421 milhões de pessoas no trimestre móvel até outubro. Trata-se de um avanço de 0,3% frente aos três meses anteriores e 1,4% acima de igual trimestre de 2018, neste caso em ritmo maior que o avanço da população.

O rendimento médio real habitualmente recebido pelos trabalhadores ocupados foi de R$ 2.317 no trimestre encerrado em outubro, 1,1% acima do período de maio a julho deste ano (R$ 2.292) e 0,8% maior do que no mesmo período do ano passado (R$ 2.298).

Os empregadores destacam-se no aumento da renda, com avanço de 5,6% frente ao trimestre móvel anterior, para R$ 5.997. No setor público, os salários ficaram 1% maiores, para R$ 3.693, em média.

Já a massa de rendimento real habitualmente recebida por pessoas ocupadas (em todos os trabalhos) somou R$ 212,8 bilhões de agosto a outubro deste ano, 1,8% maior do que nos três meses anteriores e 2,6% acima do mesmo período do ano passado.

Comentários
Economia
TV Clube Notícias
Facebook

Teresina - PI

Obtido às 13:39

32º

Min 23º Max 33º

Poucas nuvens

49% 15 km/h Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel
#ConselhoDoDia
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium