Política
Economia
Esportes
Entretenimento
Concursos
  • ITTNet
  • Grupo CEV
  • Café Com Energia
  • Cidade Junina 2020 - Apresentação
  • Governo | Àguas
  • Colegio St Marcelina
Postada em 17/01/2020 ás 16h43 - atualizada em 17/01/2020 ás 17h25

Frustração com a nota do vestibular? Saiba como lidar com isso!

A neuropsicóloga Renata Bandeira explica como os ambientes familiares e escolares influenciam na saúde mental dos alunos de ensino médio e as incertezas do futuro profissional.
Frustração com a nota do vestibular? Saiba como lidar com isso!
Foto ilustrativa. Foto: Reprodução/ Pexels

No mês de janeiro é comum saírem os resultados de vestibulares. Hoje (17) foram divulgadas as notas individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e elas têm um caráter decisivo na vida de muitos jovens que sonham em ingressar no Ensino Superior. Porém, juntamente com os resultados vêm as angústias, os medos, a comparação, o nervosismo e a ansiedade. Assim, é importante atentarmos para a saúde mental dos alunos antes e depois das provas de vestibular. 

A neuropsicóloga Renata Bandeira fala da importância do acompanhamento psicológico antes e depois das provas de vestibular devido a complexidade desses processos seletivos. "São vários aspectos que envolvem a preparação para o ENEM, são três anos, existem as pressões pessoais, familiares e também as perspectivas de futuro, então, o trabalho psicológico entra na preparação emocional, para lidar com toda essa questão da autocobrança e da cobrança externa assim como a estruturação de uma saúde mental para lidar com a pressão também no dia da prova".

Ela explica que os casos pós-vestibulares mais comuns são a frustração e a falta de autoestima quando o jovem não obtém um bom resultado. "Os mais comuns são os casos de frustração, problemas relacionados à frustração, à falta de autoestima. O processo do ENEM é longo. É uma decisão que envolve todos os seus planos de futuro. Você vai decidir uma profissão que, em teoria, vai exercer pro resto da vida, então é um peso muito grande de uma responsabilidade muito cedo", relata.

Renata explica que as pressões externas, como família e ambiente escolar, e as pressões internas, no sentido de planejar seu futuro, devem ocorrer de maneira equilibrada, sem exceder seu dever pedagógico e que o ambiente tem total influência no estado emocional e psicológico dos alunos, não só no contexto do ENEM mas em todos os desafios da vida. 

Essas cobranças de aprovação no vestibular e as comparações com outros resultados também pode influenciar em transtornos psicológicos mais graves como a ansiedade e a depressão. Renata enfatiza que os tratamentos são muito importantes e que a família tem o papel de apoiar e incentivar a procura por ajuda. "Os fatores externos, como a família e a escola, podem orientar na busca de ajuda que são a terapia, a psicoterapia e o tratamento psiquiátrico. Nós temos que entender que transtornos de ansiedade e transtornos depressivos são doenças, e como doença tem que ter um caráter de tratamento", explica.

Como sociedade, precisamos deixar de banalizar essas doenças. A psicóloga explica que esses quadros envolvem fatores biológicos e sociais que são trabalhados no tratamento. "A sociedade mascara esses transtornos com a psicofobia, que é a fobia aos transtornos mentais. Essa fobia se caracteriza em dizer que "depressão é frescura", "ansiedade é besteira", por exemplo, e não é bem assim. O lado biológico, que é o fator hormonal, também é influenciado por essas doenças, então uma série de coisas devem ser feitas através do tratamento. A família e a escola, devem incentivar o tratamento adequado em relação à ansiedade e à depressão.", enfatiza.

Dicas para lidar melhor com as notas do vestibular e com os processo seletivos, como o Sisu: 

- Pensamento positivo: a psicóloga explica que tentar corrigir os pensamentos que o deixam ansioso ou nervoso são a melhor forma de conseguir relaxar.

- Técnicas de respiração: estudos descobriram que as práticas de respiração podem ajudar a reduzir os sintomas associados, por exemplo, com a ansiedade, a insônia, o transtorno de estresse pós-traumático, a depressão e o déficit de atenção. 

- Alimentação equilibrada e hidratação: pesquisas indicam que uma alimentação adequada, rica em vegetais, frutas, legumes, grãos integrais e proteína magra e a devida hidratação podem ajudar a gerenciar a ansiedade.

- Distraia-se: ouvir música, realizar atividade física, ler um livro ou assistir um filme são exemplos de distrações que podem aliviar o nervosismo em períodos de emoções fortes.

Comentários
Educação
TV Clube Notícias
Facebook
  • newland

Teresina - PI

Obtido às 03:19

26º

Min 23º Max 30º

Pancada de chuva

79% 15 km/h Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel
RAPIDINHAS
Postada em 11/05/2018 ás 08h38

O Piauí é um dos estados que apresentaram maior crescimento nos gastos com a previdência de servidores, entre 2005 e 2016. Os dados, divulgados por Estadão, são de um levantamento realizado pelo economista piauiense Raul Velloso. O estudo aponta ainda que neste período, os gastos dos estados - na média - cresceram até 111%, chegando aos R$ 163 bilhões no último ano. Além do Piauí, Sergipe e Santa Catarina também registraram aumentos consideráveis nos gastos com a previdência. Os dados completos do estudo serão apresentados em um fórum nacional nesta quinta-feira (10).

Postada em 09/05/2018 ás 08h26

Não houve acertadores para as seis dezenas do concurso 2.038 da Mega-Sena, realizado nesta noite (8), em Maravilha (SC). As dezenas sorteadas foram: 06 – 25 – 26 – 35 – 38 - 40. O prêmio estimado era de R$ 28 milhões. A estimativa de prêmio do próximo concurso, que ocorre na próxima quinta-feira (10), é distribuir R$ 30 milhões. A Quina teve 28 apostas ganhadoras, e cada um vai levar R$ 65.960,70. Outras 2.768 pessoas ganharam na Quadra, com prêmio de R$ 953,18 para cada.

Postada em 06/03/2018 ás 09h53

Há exatos 5 anos, no dia 6 de março de 2013 morreu o cantor e compositor da banda Charlie Brown Jr, Chorão. Fãs prestam homenagem na Internet ao ídolo.

Postada em 22/02/2018 ás 10h20

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) atualizou, nesta sexta-feira (16/02), os dados do setor de planos de saúde que são disponibilizados para consulta na Sala de Situação. Os números relativos a janeiro confirmam a tendência de estabilidade que vinha sendo observada ao longo de 2017, com leve crescimento tanto no comparativo mensal como no comparativo dos últimos 12 meses. São 47,4 milhões de beneficiários em planos médico-hospitalares no país, 119,5 mil a mais que o número registrado em dezembro e cerca de 64 mil a mais em relação a janeiro do ano passado.

Postada em 22/02/2018 ás 10h19

Com o objetivo de supervisionar e assegurar o exercício legal da profissão, o Conselho Regional de Administração do Piauí (CRA-PI) realizou a fiscalização em 75 empresas no último ano. Ao todo, foram arrecadados mais de R$ 12 mil em multas aplicadas.

Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium