Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 28/02/2020 ás 15h45 - atualizada em 28/02/2020 ás 15h48

Índice de gravidade de acidentes e nº de mortos no Carnaval foi o menor desde 2015, de acordo com a PRF

Houve registro de um óbito e seis acidentes graves em Rodovias Federais durante o feriado.
Índice de gravidade de acidentes e nº de mortos no Carnaval foi o menor desde 2015, de acordo com a PRF
Operação Carnaval 2020 fiscalizou quase 7 mil veículos. Foto: Reprodução.

A Operação Carnaval da Polícia Rodoviária Federal (PRF) aconteceu, em todo o país, entre os dias 21 e 26 de fevereiro deste ano. Entre os objetivos da ação estavam a redução de mortes em rodovias federais, fiscalização de trânsito e ações educativas. De modo geral, o saldo da operação foi positivo no Piauí, pois, o índice de gravidade dos acidentes e o número de mortos nesse período foi o menor entre os últimos cinco anos.

Durante os dias de folia, apenas uma vítima fatal foi contabilizada. O óbito ocorreu na BR 316, zona urbana de Teresina, reduzindo o índice de mortalidade em comparação ao ano passado, quando três pessoas morreram em rodovias federais. Essa quantidade é a menor entre os últimos cinco anos de festa. O número de acidentes também diminuiu, passando de 30 para 25 em 2020. Desses, apenas 6 foram considerados graves. Em relação aos feridos, houve a diferença de 39 em 2019 para 40 este ano.

A rodovia que mais apresentou acidentes foi a BR 343 com 13 acidentes, seguido da BR 316 com 11 acidentes e a BR 230 com 01 acidente. Não foram registrados acidentes na BR 135.

Fiscalização e infrações de trânsito

Nas abordagens de fiscalização houve um acréscimo de 57,5% em relação ao ano passado. Foram fiscalizados 6.913 veículos nos seis dias de Operação em 2020. Os autos de infração, exceto velocidade, aumentaram 29,2% este ano, totalizando 2.400 multas. 

Apesar dos acréscimos nas infrações, houve diminuição dos registros de veículos acima da velocidade permitida. Este ano os radares flagraram 126 veículos acima da velocidade máxima da via. E 359 condutores foram flagrados realizando ultrapassagem em local proibido, o que representa 54,7% a mais que 2019.

Das demais infrações, destacam-se a ausência de capacete de segurança dos motociclistas ou passageiros com 334 flagrantes, o não uso do cinto de segurança com 138 flagrantes e crianças fora do dispositivo de segurança adequado com 30 flagrantes.

Durante a Operação, 3.465 motoristas foram submetidos ao teste de alcoolemia, o que representou o dobro da quantidade de condutores que se submeteram ao teste do bafômetro no ano passado. 97 pessoas foram autuadas por dirigir sob o efeito de álcool, dentre as quais 11 foram presas por cometerem crimes de trânsito. Mesmo com o aumento na quantidade de testes, a quantidade de condutores presos praticamente não se alterou, demonstrando a consciência por parte dos condutores em evitar dirigir sob o efeito de álcool.

Combate ao crime

A PRF também esteve presente em relação às ações de repressão ao crime. Destaca-se a prisão de um homem por porte ilegal de arma de fogo, a recuperação de 02 veículos furtados, e a prisão de uma pessoas por uso de documento falso. Durante a operação, 23 pessoas foram presas no total.

Também foram realizadas ações educativas em vários locais, mais precisamente nos terminais rodoviários das principais cidades do estado, totalizando 1.224 pessoas sensibilizadas.

Comentários
Polícia
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
  • O Boticario - Banner lateral
Teresina - PI
Atualizado às 08h49
25°
Nuvens esparsas Máxima: 34° - Mínima: 23°
25°

Sensação

4 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Senado Federal
  • Ban - Lateral - Momentos Cidade Junina
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp