Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 04/03/2020 ás 16h28 - atualizada em 04/03/2020 ás 16h45

Governo e representantes da Educação tentam acordo quanto ao reajuste salarial da categoria

Profissionais da Educação estão em greve desde o dia 10 de fevereiro e cobravam diálogo com Governador Wellington Dias.
Governo e representantes da Educação tentam acordo quanto ao reajuste salarial da categoria
Representantes do Governo em reunião com a diretoria do Sinte-PI. Foto: Reprodução.

Nesta terça-feira (3) o Governo do Piauí, representado pela Secretaria de Governo, Secretaria de Educação e Poder Legislativo, recebeu a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí (Sinte-PI). Esse encontro era esperado pela categoria, que está em greve desde o dia 10 de fevereiro e que declarou não haver diálogo com o Governo.

Na reunião, foi apresentada a proposta de reajuste da categoria, que encontra-se para ser aprovada na Assembleia Legislativa e a posição do Governo foi mantida. O reajuste apresentado se caracteriza por um aumento de 4,17%, mais auxílio alimentação de 4,31%. Sendo assim, o menor valor a ser percebido pelo professor 40 horas ativo ficará em R$ 3.303,68, acima do Piso Nacional do Magistério que é de R$ 2.886,00.

O Governo declara que 95% dos professores piauienses estão superiores à classe A (que recebe o menor valor), logo a maioria deles receberá entre R$ 3.750,07 e R$ 7.082,52. Entretanto, o Sindicato cobra o reajuste dos anos de 2019 e 2020, que juntos totalizariam mais de 17% seguindo o Piso Nacional do Magistério.

O secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, pediu bom senso à todos a fim de amenizar os prejuízos que uma paralisação da categoria pode causar à Educação como um todo, principalmente aos alunos mais vulneráveis.  “Nossa experiência nos mostra que um movimento como esse traz inúmeros prejuízos, como por exemplo a evasão escolar, que foi latente em greves anteriores, nas quais perdemos muitos alunos. Mesmo as aulas sendo repostas posteriormente, o aluno pode ficar desestimulado e o Estado se preocupa com isso", afirmou.

Ellen Gera disse ainda que o Piauí tem conseguido evoluir na área de Educação obtendo bons índices. E que por esses e outros motivos, a negociação com os professores poderia acontecer dentro da sala de aula. O Secretario afirma que o Governo está sempre aberto ao diálogo. 

Segundo o secretário de Administração, Merlong Solano, após ser aprovado pela Assembleia Legislativa, o novo piso estadual deve entrar em vigor a partir do mês de maio, prazo necessário para que o valor se adeque à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que limita gastos do executivo com folha de pessoal e estabelece um limite prudencial de 46,55% do Orçamento do Estado. 

Posicionamento da categoria

Através de nota, o Sinte-PI afirmou que os representantes do governo não têm poder de negociação e que mantiveram a mesma posição, não avançando em nenhum dos pontos da categoria. "O secretário de educação, Ellen Gera pediu que os grevistas retornem às atividades, pois o governo já vai pagar os 4,17% de 2019, se sair da Lei de Responsabilidade Fiscal. E acrescentou que o reajuste de 2020 não tem proposta", afirma a nota. 

A categoria reafirmou que a greve está crescente e hoje (4) os profissionais iniciaram um acampamento ao lado do Palácio de Karnak, sede do Governo. “A greve é forte e vamos continuar firmes no Acampamento para forçar o governador a receber o Sinte-PI e negociar com a categoria com proposta para pagamento do reajuste de 2019 de 4,17% e reajuste para 2020 de 12,84%”, enfatizou a professora Paulina Almeida, presidente do Sinte.

Comentários
Educação
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
Teresina - PI
Atualizado às 23h05
25°
Alguma nebulosidade Máxima: 28° - Mínima: 23°
25°

Sensação

7 km/h

Vento

83%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Instagram
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp