Política
Economia
Esportes
Entretenimento
Concursos
Downloads
  • Grupo CEV (atualizado 29-07)
  • SESAPI Dengue
  • ITTNet
  • Ilhotas Padaria
  • Secretaria Estadual de Saúde
  • Campanha Pró Piauí
Artlife

Artlife

86 3085 3892

Postada em 31/07/2020 ás 14h49

René Magritte - ícone do Surrealismo belga

Vamos falar sobre a vida desse artista e suas obras que desafiam a interpretação do público
René Magritte - ícone do Surrealismo belga
Retrato de René Magritte (Foto: Reprodução)

 

Salut! Tudo bem com vocês? Estamos entrando em agosto, mês em que relembramos o falecimento de René Magritte, famoso pintor belga, conhecido como um dos maiores nomes do surrealismo. Conhecem a história desse artista?

Magritte nasceu na cidade de Lessines, na Bélgica, no dia 21 de novembro de 1898 e começou a pintar aos 12 anos de idade. Em 1916, foi admitido na Académie Royale des Beaux-Arts, em Bruxelas, onde ficou por dois anos. Foi nesse período que ele conheceu sua esposa, Georgette Berger, que se tornou sua principal modelo em pinturas.

o-filho-do-homem
O Filho do Homem, 1964 (Foto: Reprodução)

Ele explorou o Cubismo e o Futurismo, vanguardas da sua época em pinturas, até encontrar seu estilo e se estabelecer no Surrealismo. Antes de se dedicar totalmente à pintura, Magritte trabalhou em uma fábrica de papel de parede e foi designer de cartazes e anúncios. Em 1926, conseguiu um contrato com a Galerie la Centaure, na capital belga. Foi nesse mesmo ano que produziu sua primeira pintura surrealista, O jóquei perdido (1926).

o-joquei-perdido
O Joquei Perdido, 1926 (Foto: Reprodução)

Magritte se mudou para Paris em 1927 e juntou-se ao grupo de surrealistas. Foi um momento muito importante para a sua carreira, pois o artista passou a ter obras frequentemente expostas. Dentre os nomes que faziam parte desse grupo estavam os poetas André Breton e Paul Éluard e o pintor Marcel Duchamp.

tempo-trespassado
Tempo Trespassado, 1938 (Foto: Reprodução)

 

O que destaca sua arte é a forma como ele pintava objetos comuns em contextos irreais, criando metáforas e desafiando a interpretação de quem observa as telas. Os objetos são pintados de forma realista e com bastante nitidez, mas sem nenhuma preocupação com as leis de tempo e espaço.

Dentre os objetos mais comuns em suas telas estão céu, mar, janelas e o chapéu coco. Homens de sobretudo e chapéu estão presentes em algumas de suas obras mais famosas, como Decalcomania (1966), Golconda (1953) e O Filho do Homem (1964).

golconda-1953
Golconda, 1953 (Foto:Reprodução)

Em 1930, Magritte retornou à Bruxelas, onde permaneceu até sua morte por câncer pancreático, aos 68 anos de idade, em 15 de agosto de 1967. Em Bruxelas fica localizado Museu Magritte, que tem cerca de 200 obras suas. As principais criações do artista, porém, estão espalhadas por museus pelo mundo. Gostaram de saber mais sobre ele? 

Minha dica para você hoje é visitar nosso site, que traz as obras das exposições Conexões e ArrAMARES, que agora são virtuais! Basta clicar aqui. Em nosso Instagram, temos compartilhado várias dicas de exposições virtuais e experiências de arte em 360º. Acompanhe a gente por lá! @galeriamontmartre

 

Comentários
Cultura
TV Clube Notícias
Facebook

Teresina - PI

Obtido às 03:21

23º

Min 22º Max 36º

Alguma nebulosidade

69% 6 km/h Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium