Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 05/05/2018 ás 07h58 - atualizada em 07/05/2018 ás 09h20

Atraso de cinco anos nas obras da Transcerrados prejudica produtores no Sul do Piauí

A rodovia foi projetada para ser concluída em 2014, mas até hoje não foi construída sequer um terço dela.
Atraso de cinco anos nas obras da Transcerrados prejudica produtores no Sul do Piauí
Más condições na PI-397. Foto: Clube Notícias

A PI-397, conhecida como Transcerrados, é uma importante rodovia que faz a ligação do sul com o norte do Estado, sendo vantajoso para os produtores que necessitam de insumos e escoamento de produção, como também para motoristas que desejam ir para algumas cidades de modo mais rápido. Porém, a realidade é outra. Com apenas 80km de asfaltamento, a rodovia se torna praticamente intrafegável devido aos buracos, sendo evitada por muitos e gerando prejuízos ao agronegócio.

Com orçamento inicial de R$1,208 bilhões, as obras da Transcerrados tiveram início ainda em 2013, com previsão de término em 360 dias. No planejamento, que incluía seis empresas diferentes, o projeto previa a construção de um quilometro por dia. Cinco anos depois, vemos que a obra atrasou consideravelmente, com apenas um quarto da via pavimentada. Passado este trecho, nos deparamos com piçarra, que até são trafegáveis em período seco. No entanto, isto somente foi possível porque os produtores da região se uniram e custearam o trabalho de terraplanagem em alguns pontos da PI.

Os demais trechos, que corresponde a maior parte da via, são marcados por buracos que chegam a vários metros de profundidade. O desvio por eles, em certos pontos, se torna quase impossível. Durante o período de inverno, a situação aparenta ser pior, principalmente pelas poças d’água, que não mostram a periculosidade das crateras. Para os produtores, isto se torna um grande prejuízo, pois os caminhões tombam, ocasionando a perda das cargas.

À noite, a situação se torna ainda pior. Com quilômetros de extensão sobre areia, barro e sem nenhuma iluminação, a poeira impede a visibilidade da pista, aumentando o risco de acidentes. A via é margeada por fazendas, o que pode ser perigoso para o motorista desavisado, pois, como não existe sinalização, o risco de entrar em uma propriedade ao invés de seguir na via é alto.

Devido aos atrasos, a equipe de planejamento do Estado dividiu a obra em três etapas, sendo a primeira prevista para ser concluída no primeiro semestre de 2018. No entanto, as atuais condições mostram que mais uma vez a obra será atrasada. Enquanto isso, os produtores são prejudicados pelo isolamento e dificuldades que as más condições da pista impõem sobre eles, aumentando o custo da venda, diminuindo os lucros, prejudicando tanto o empresário, quanto o consumidor final.

O pré-candidato ao governo do estado pelo PSC, Valter Alencar, percorreu a Transcerrados. Para ele, a rodovia deve ser vista como prioridade, devido a importância dela para o Piauí. “A construção das estradas é uma prioridade, isso é importante para a economia e para o Piauí. Não devemos tratar obras desta relevância dessa forma. Precisamos dar condições para que os produtores possam produzir com eficiência, e não ficarmos neste Piauí do atraso”, finalizou.

Comentários
Geral
TV Clube Notícias
Facebook
Teresina - PI
Atualizado às 23h24
29°
Alguma nebulosidade Máxima: 39° - Mínima: 23°
32°

Sensação

19 km/h

Vento

66%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Instagram
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp