Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 08/05/2018 ás 08h45 - atualizada em 08/05/2018 ás 10h22
Fonte: Folha de S. Paulo

Petrobrás anuncia aumento do preço do gás para indústria e comércio em 7,1%

O reajuste passa a valer a partir desta terça (8) e não impacta o preço do botijão de 13 quilos, mais usados por residências.
Petrobrás anuncia aumento do preço do gás para indústria e comércio em 7,1%
Preço do Botijão de Gás não deve afetar as residências. Foto: De Jesus / O Estado

A Petrobras anunciou reajuste de 7,1% no preço do gás de cozinha para uso industrial e comercial no país. É a segunda alta consecutiva, acompanhando a disparada do dólar e das cotações internacionais do petróleo. O reajuste passa a valer a partir desta terça (8) e não impacta o preço do botijão de 13 quilos, mais usados por residências. Desde 2002, a estatal pratica preços diferentes para os dois produtos.

O preço do GLP (Gás liquefeito de petróleo, o gás de cozinha) vendido em vasilhames superiores a 13 quilos ou a granel é reajustado uma vez por mês. Em abril, houve alta de 4,7%. Nos três meses anteriores, porém, o preço foi reduzido (6,3% em janeiro, 4,6% em fevereiro e 4,2% em março), compensando parte da disparada do ano anterior.

Nas últimas semanas, porém, uma combinação de alta do dólar e do petróleo vem pressionando os preços dos combustíveis no país. A gasolina, por exemplo, está sendo vendida pela estatal por R$ 1,817, o maior desde que a empresa iniciou a política de reajustes diários, em julho de 2017.

O preço do gás vendido em botijões de 13 quilos é reajustado uma vez a cada três meses —estratégia adotada no início do ano para tentar suavizar o repasse ao consumidor das cotações internacionais. O último ajuste, em abril, foi um corte de 4,4%. Em janeiro, já havia caído 5%. Os sucessivos aumentos em 2017 levaram 1,2 milhão de famílias brasileiras a apelarem para lenha ou carvão na hora de cozinhar, de acordo com pesquisa do IBGE.

De acordo com o Sindicato das Empresas Distribuidoras de GLP (Sindigás), após o reajuste desta terça, o preço do gás vendido a clientes industriais ou residenciais ficará 31% mais caro do que as cotações internacionais. "Esse ágio vem pressionando ainda mais os custos de negócios que têm o GLP entre seus principais insumos, impactando de forma crucial empresas que operam com uso intensivo de GLP", comentou a entidade.

Comentários
Economia
TV Clube Notícias
Facebook
Teresina - PI
Atualizado às 22h53
30°
Alguma nebulosidade Máxima: 39° - Mínima: 23°
33°

Sensação

22 km/h

Vento

62%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Instagram
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp