Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 20/03/2021 ás 10h48
Fonte: Poder 360

UE pode bloquear exportações da vacina de Oxford se não receber doses prometidas

A farmacêutica AstraZeneca, que tem parceria com a Universidade de Oxford, tem sofrido pressão da comissão por causa do atraso nas entregas.
UE pode bloquear exportações da vacina de Oxford se não receber doses prometidas
Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia. Foto: Reprodução/Parlamento Europeu

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse neste sábado (20) que as exportações da vacina de Oxford podem ser bloqueadas se a União Europeia não receber os lotes prometidos.

A farmacêutica AstraZeneca, que tem parceria com a Universidade de Oxford, tem sofrido pressão da comissão por causa do atraso nas entregas.

“Temos a opção de suspender as exportações planejadas. Esta é nossa mensagem à AstraZeneca: respeite o contrato com a Europa antes de começar a fornecer para outros países”, afirmou von der Leyen ao alemão Funke.

Na quarta-feira (17), ela já havia afirmado que a Comissão da UE está considerando novos requisitos de exportação para vacinas contra a covid-19.

“Queremos iniciar uma abordagem estruturada para resolver as controvérsias. Há alguns pontos pendentes nos tratados e a melhor maneira de esclarecê-los é fazer isso”, disse.

A União Europeia acabou ficando para trás na vacinação contra o coronavírus. Eis uma comparação entre o bloco e as campanhas de imunização realizadas no Reino Unido e nos Estados Unidos:

Foto: Divulgação

Coágulos Sanguíneos

No domingo (14), depois que diversos países interromperam o uso de sua vacina, a AstraZeneca declarou que “não há evidências” de que há risco aumentado de o imunizante provocar coágulos sanguíneos nos vacinados.

“Uma análise de nossos dados de segurança de mais de 10 milhões de registros não mostrou evidências de um risco aumentado de embolia pulmonar ou trombose venosa profunda em qualquer faixa etária definida, sexo, lote ou em qualquer país específico com a vacina contra a covid-19 da AstraZeneca”, disse a empresa em comunicado.

“De fato, o número observado desses tipos de eventos é significativamente menor naqueles vacinados do que seria esperado entre a população em geral”, ressaltou.

Na quinta-feira (18), a EMA (Agência de Medicamentos Europeia) afirmou que essa vacina é “segura e eficaz”, e que os benefícios superam os riscos de efeitos colaterais.

Diversos países haviam interrompido o uso do imunizante por causa de relatos de coágulos sanguíneos. A EMA disse que continuará analisando os dados de vacinação.

A vacina de Oxford é uma das duas utilizadas no Brasil (a outra é a CoronaVac). A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) disse que não há evidências que apontem para uma relação entre o uso da vacina e a ocorrência de casos de trombose e embolia pulmonar.

Comentários
Internacional
  • O Boticario - Banner lateral
  • newland
Teresina - PI
Atualizado às 15h46
31°
Nuvens esparsas Máxima: 33° - Mínima: 23°
34°

Sensação

19 km/h

Vento

59%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2022 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp