Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 21/07/2021 ás 07h39 - atualizada em 21/07/2021 ás 09h40
Fonte: Com informações do G1

Seis suspeitas são presas pela morte de garotas que cavaram as próprias covas

Segundo a Polícia Civil, seis pessoas foram presas desde o início da investigação, todas mulheres, e outras quatro pessoas são consideradas foragidas da Justiça.
Seis suspeitas são presas pela morte de garotas que cavaram as próprias covas
Foto: Reprodução

A Delegacia de Homicídios de Timon prendeu seis pessoas e indiciou 10 por envolvimento nas mortes das adolescentes Joyce Ellen, 15 anos, e Maria Eduarda, 17 anos, que foram assassinadas e enterradas em uma cova rasa no dia 21 de março deste ano, no bairro Parque Aliança, em Timon, após serem decretadas de morte em um 'tribunal do crime', realizado por organização criminosa.

De acordo com o delegado Antônio Valente, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) em Timon, outras quatro pessoas tiveram mandados de prisões expedidos e são consideradas foragidas da justiça.

"As investigações chegaram a conclusão do requinte de crueldade aplicado nas jovens. Uma das vítimas pediu para morrer de tiro ou que a enterrasse viva, mas que parassem de bater nela. Os laudos cadavéricos apontaram que as adolescentes foram mortas com golpes de faca, taco, pá e picareta e uma delas enterrada ainda viva", contou o delegado.

Segundo Antônio Valente, as vítimas não eram integrantes de facção criminosa. No entanto, três das envolvidas no crime conheciam a adolescente Maria Eduarda, do bairro Vila da Paz.

"A Jocyce residia na área da organização rival e postava fotos fazendo menção apenas por brincadeira. Já Maria Eduarda morava na área da organização que a matou, fazia fotos com o símbolo da referida facção sem ao menos participar e foi executada", explicou.

No dia 28 de junho, os policiais civis da Delegacia de Homicídios prenderam outra envolvida em Teresina. Já no dia 13 de julho, a Delegacia de Uruçuí, Sul do Piauí, através do delegado Carlos Alberto Jorge e equipe de policiais civis do município, prenderam outra das envolvidas. Na data de ontem, uma equipe da Delegacia de Homicídios de Timon prendeu, na cidade de Marabá-PA, outra das investigadas na morte das jovens.

Os demais foragidos foram identificados pela Delegacia de Homicídios de Timon como Willian de Sousa Teófilo, mais conhecido como Bolinha ou Moana, que tem moradia no bairro Três Andares e Vila da Paz; Karina Ellen do Carmo Sousa, vulgo Esmeralda, que reside no bairro Mafrense, Johnny Willer Rodrigues de Souza, vulgo Mentor, um dos líderes de organização criminosa que reside em São Luís (MA) e Antônio de Deus Pereira, vulgo Fantasmão, líder da organização no Piauí.

Comentários
Justiça
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
  • O Boticario - Banner lateral
Teresina - PI
Atualizado às 23h05
25°
Alguma nebulosidade Máxima: 35° - Mínima: 22°
25°

Sensação

15 km/h

Vento

65%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
  • Ban - Lateral - Momentos Cidade Junina
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp