Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 06/01/2022 ás 11h44
Fonte: Ascom

Campanha Janeiro Branco chega a 9ª edição em apoio à saúde mental

“O ano de 2020 e 2021 acrescentaram novos desafios à cultura de saúde mental. E são desafios à nível mundial”, afirma psicóloga
Campanha Janeiro Branco chega a 9ª edição em apoio à saúde mental
Foto: Reprodução

A campanha brasileira Janeiro Branco foi idealizada em 2014 por estudantes e professores do curso de Psicologia em Minas Gerais. Desde então, as ações de promoção à saúde mental se intensificaram e são reconhecidas em todo o país, objetivando alertar toda a sociedade sobre os benefícios do bem-estar emocional, uma vez que a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que são mais de 11 milhões de pessoas com depressão e 18 milhões de brasileiros com transtornos de ansiedade. Por isso, psicólogos reforçam a importância do tema já no primeiro mês do ano. 

Os dados da OMS também evidenciam 322 milhões de pessoas com depressão no mundo e mais de 260 milhões com o transtorno de ansiedade. De acordo com a psicóloga e coordenadora do curso de Psicologia da Faculdade UNINASSAU, campus Redenção, Aline Meneses, o período pandêmico acentuou as questões relacionadas às necessidades de tratamento com profissionais da saúde mental, como psicólogos e psiquiatras. “O ano de 2020 e 2021 acrescentaram novos desafios à cultura de saúde mental. E são desafios à nível mundial, pois tudo o que passamos, principalmente nos dois últimos anos, reforça essa necessidade de nutrirmos uma atenção especial à saúde emocional em todas as relações humanas. É certeiro: uma sociedade mais saudável passa por questões e ações de promoção à saúde mental”, explica Aline. 

A valorização do primeiro mês de cada ano em função da Campanha está relacionada ao simbolismo e tradição das pessoas em refletir a vida, como também as relações sociais e emoções, tanto na virada do ano como por todo o mês de janeiro. Aline ainda ressalta que, mesmo não sendo restrito a um único período, a busca por saúde psicológica precisa ser amparada, debatida e promovida com intensidade nesse momento. “Mesmo que tenhamos casos mais frequentes e queixas mais recorrentes de ansiedade, depressão e outros sentimentos desde o período crítico da pandemia, nada foi novidade. Sabe por quê? Pois foram situações do cotidiano que se acentuaram e aceleraram o processo de algo que aconteceria com o tempo. Por isso, reforço: saúde mental é assunto de urgência social. Assim, o bem-estar emocional tem cuidado e tem jeito, só depende das pessoas, instituições e gestores públicos zelarem pelo conhecimento e ações importantes na promoção da vida humana”, finaliza a psicóloga Aline Meneses.  

A fim de promover a saúde e o bem-estar social, a UNINASSAU Redenção oferece atendimentos à comunidade na Clínica Escola Integrada de Saúde. Dentre assistências em odontologia, fisioterapia e avaliação nutricional, a Clínica também realiza acompanhamento psicológico na unidade, com acolhimento presencial ou remoto. Os interessados podem agendar o atendimento pelo (86) 3194-1819, ou se dirigir à Clínica na Rua Dr. Otto Tito, nº 1771, Redenção.

Comentários
Saúde
  • newland
  • O Boticario - Banner lateral
Teresina - PI
Atualizado às 15h33
31°
Nuvens esparsas Máxima: 32° - Mínima: 22°
34°

Sensação

11 km/h

Vento

59%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2022 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp