Política
Eleições 2018
Economia
Esportes
Entretenimento
Concursos
Postada em 29/08/2018 ás 06h36
Fonte: G1/JN

MP investiga suposto pagamento por propaganda eleitoral em rede social por coligação de Wellington Dias

Caso tem tido grande repercussão e o Piauí chegou a ficar entre os assuntos mais comentados na internet.
MP investiga suposto pagamento por propaganda eleitoral em rede social por coligação de Wellington Dias
Reprodução TV Globo.

O Ministérios Públicos eleitorais de Minas Gerais e do Piauí estão investigando supostos pagamentos por propaganda ilegal em redes sociais.

A suspeita de propaganda eleitoral ilegal surgiu quando a influenciadora digital Paula Holanda escreveu numa rede social que foi convidada por uma agência de marketing digital a fazer postagens favoráveis a candidatos do PT em troca de dinheiro. O jornal “O Globo” teve acesso às postagens dela, que foram bloqueadas.

Paula disse: “Muitos ativistas das redes estão participando dessa ação. No Twitter, a proposta era criar um tweet por dia, se alinhado a uma pauta específica que nos enviaram por e-mail”.

Paula Holanda disse que concordou no primeiro momento e fez posts favoráveis à presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, que é candidata a deputada federal, e ao candidato do PT ao governo de São Paulo, Luiz Marinho.

Mas se recusou a continuar quando chegaram instruções em relação ao governador do Piauí, Wellington Dias, do PT, que tenta a reeleição.

Ela disse que recebeu o conteúdo que deveria ser publicado no sábado (25): “A intenção da pauta de hoje é divulgar e enaltecer a trajetória e as ações de Wellington Dias, que concorre ao quarto mandato de governador do Piauí”.

Paula disse que não publicou nada sobre o governador. Segundo ela, “o combinado foi manter sigilo sobre a ação, mas o combinado também foi que a ação seria de esquerda. Não uma ação partidária”.

E Paula disse que se recusou a fazer isso: “Eu nunca vou aceitar dinheiro para fazer ou opinar algo que não acredito”.

Nesta terça-feira (28), o jornal “O Globo” publicou um e-mail no qual são oferecidos R$ 1.500 por mês para quem participar de “ações de militância política para a esquerda”. No texto, são sugeridos temas para as postagens.

“Fale sobre a candidatura do Lula de maneira descontraída; fale sobre como as mulheres são pouco representadas na política”; “Temos de verba R$ 1.500 por mês para a entrega de um conteúdo por dia publicado na sua rede social mais relevante”.

Segundo a reportagem, a pessoa que mandou o e-mail trabalharia para uma agência de publicidade de Minas Gerais, a Follow, que pertence ao deputado federal Miguel Corrêa Júnior, do PT de Minas Gerais, que concorre a uma vaga no Senado.

Outras duas agências - a Lajoy e a BeConnected - admitiram ter prestado serviços ao PT para “monitorar redes sociais e indicar influenciadores”, mas negaram pagamento. Um dos sócios da BeConnected é Rodrigo Cardoso, assessor parlamentar do deputado.

O caso tem tido grande repercussão. O Piauí chegou a ficar entre os assuntos mais comentados na internet no domingo (26).

A prática é ilegal. A lei eleitoral só permite a propaganda paga na internet se for feita como impulsionamento de conteúdo, que é quando uma rede social distribui propaganda de campanha para um número maior de pessoas. Mas o candidato tem que assinar um contrato diretamente com plataforma de rede social. Isso não pode ser feito por meio de usuários contratados por uma agência e tem que ficar claro que se trata de propaganda eleitoral, não pode parecer uma opinião pessoal.

O Ministério Público em Minas Gerais já está investigando o caso. Quer identificar e ouvir as pessoas envolvidas na divulgação e os responsáveis pelas empresas. O Ministério Público no Piauí também está analisando as informações.

A lei prevê multa de R$ 5 mil a R$ 30 mil se for confirmada a propaganda irregular.

O que dizem os citados

A senadora Gleisi Hoffmann declarou que o Partido dos Trabalhadores não contratou, não encomendou nem pagou a nenhuma empresa ou pessoa para fazer divulgação remunerada nas redes sociais e que não pratica esse tipo de ação.

Luiz Marinho afirmou que não conhece a influenciadora digital, que não a contratou e que a campanha foi orientada a não contratar serviço fora do que permite a legislação.

O governador Wellington Dias disse que esta não foi uma atividade organizada pela campanha e que não conhece a empresa responsável nem foi informado ou sondado sobre tal ação.

O deputado Miguel Corrêa Júnior declarou que sempre teve a vida pública pautada na legalidade, que trabalhou diretamente com o desenvolvimento de empresas, incluindo a Follow, e que, para a realização de ações, nunca existiu o pagamento de qualquer tipo de valor a perfis de grande influência.

Rodrigo Cardoso, dono da BeConnected, afirmou que nunca existiu ação voltada para partido político ou candidato.

O JN não conseguiu contato com Paula Holanda, com a Lajoy e com Isabella Bomtempo. (Assista matéria na íntegra!)

Comentários
Eleições 2018
TV Clube Notícias
Facebook

Teresina - PI

Obtido às 13:33

36º

Min 24º Max 37º

Muito nublado

5:25 am 5:46 pm 35% 14.48 km/h
RAPIDINHAS
Postada em 11/05/2018 ás 08h38

O Piauí é um dos estados que apresentaram maior crescimento nos gastos com a previdência de servidores, entre 2005 e 2016. Os dados, divulgados por Estadão, são de um levantamento realizado pelo economista piauiense Raul Velloso. O estudo aponta ainda que neste período, os gastos dos estados - na média - cresceram até 111%, chegando aos R$ 163 bilhões no último ano. Além do Piauí, Sergipe e Santa Catarina também registraram aumentos consideráveis nos gastos com a previdência. Os dados completos do estudo serão apresentados em um fórum nacional nesta quinta-feira (10).

Postada em 09/05/2018 ás 08h26

Não houve acertadores para as seis dezenas do concurso 2.038 da Mega-Sena, realizado nesta noite (8), em Maravilha (SC). As dezenas sorteadas foram: 06 – 25 – 26 – 35 – 38 - 40. O prêmio estimado era de R$ 28 milhões. A estimativa de prêmio do próximo concurso, que ocorre na próxima quinta-feira (10), é distribuir R$ 30 milhões. A Quina teve 28 apostas ganhadoras, e cada um vai levar R$ 65.960,70. Outras 2.768 pessoas ganharam na Quadra, com prêmio de R$ 953,18 para cada.

Postada em 06/03/2018 ás 09h53

Há exatos 5 anos, no dia 6 de março de 2013 morreu o cantor e compositor da banda Charlie Brown Jr, Chorão. Fãs prestam homenagem na Internet ao ídolo.

Postada em 22/02/2018 ás 10h20

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) atualizou, nesta sexta-feira (16/02), os dados do setor de planos de saúde que são disponibilizados para consulta na Sala de Situação. Os números relativos a janeiro confirmam a tendência de estabilidade que vinha sendo observada ao longo de 2017, com leve crescimento tanto no comparativo mensal como no comparativo dos últimos 12 meses. São 47,4 milhões de beneficiários em planos médico-hospitalares no país, 119,5 mil a mais que o número registrado em dezembro e cerca de 64 mil a mais em relação a janeiro do ano passado.

Postada em 22/02/2018 ás 10h19

Com o objetivo de supervisionar e assegurar o exercício legal da profissão, o Conselho Regional de Administração do Piauí (CRA-PI) realizou a fiscalização em 75 empresas no último ano. Ao todo, foram arrecadados mais de R$ 12 mil em multas aplicadas.

Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2018 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium