Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 15/10/2019 ás 10h17 - atualizada em 15/10/2019 ás 10h28

Parceria entre a Prefeitura de Teresina e Governo do Piauí promete melhorar o atendimento de urgências psiquiátricas na capital

O acordo foi assinado na última sexta-feira (11) e estabelece formas humanizadas de atendimento antes da chegada do paciente ao hospital.
Parceria entre a Prefeitura de Teresina e Governo do Piauí promete melhorar o atendimento de urgências psiquiátricas na capital
Acordo foi assinado na sexta-feira (11) em audiência no Ministério Público. Foto: Reprodução/ Sesapi

Na última sexta-feira (11), órgãos da Prefeitura de Teresina e do Governo do Estado do Piauí assinaram um acordo no qual se comprometeram em executar um protocolo desenvolvido pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) que define o papel das instituições nos atendimentos de pessoas em situação de urgências psiquiátricas antes da chegada ao hospital. 

O protocolo da FMS estabelece que, em caso de urgência psiquiátrica, o usuário pode acionar o SAMU através do 192. Se houver necessidade, o próprio médico regulador do SAMU aciona o Corpo de Bombeiros ou a Polícia Militar para contribuir com o atendimento no local. "Todas essas equipes receberão capacitação para realizar a abordagem do paciente psiquiátrico de forma humanizada”, explica o presidente da FMS, Charles Silveira.

O acordo foi assinado por representantes da FMS, da Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi), da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, em audiência no Ministério Público. A medida prevê a execução do fluxo de atendimento a pessoa com transtorno mental em crise, para melhorar o acesso aos serviços de saúde mental.

Segundo Luanna Bueno, gerente de saúde mental da FMS, esse procedimento irá ampliar o cuidado com o usuário diagnosticado com transtorno mental. “O conhecimento é a chave propulsora para vencer preconceitos na saúde mental. Hoje, foi dado um passo importante, pois SAMU, Corpo de Bombeiros e Policia Militar vão ser capacitados para acolher esse usuário em crise de maneira mais humanizada e conduzir o caso da melhor forma”.

A promotora de justiça do Ministério Público do Piauí, Marlúcia Gomes, afirma que a assinatura do acordo e consecutiva criação do protocolo ocorreu após verificação da necessidade de aperfeiçoar a abordagem do paciente com transtorno mental em crise. "Constatamos essa necessidade e, então, discutimos com os entes envolvidos para que cada um possa atuar dentro da sua esfera", finaliza.

O diretor da Rede de Urgência e Emergência da Sesapi, Dr. Telmo Mesquita, falou do empenho que a Saúde vem fazendo para humanizar esse atendimento e afirmou ainda que pretende expandir o atendimento de urgência e emergência em saúde mental para todas as regiões do Piauí. “Hoje esse trabalho é desenvolvido na capital, mas a Sesapi está comprometida em levar para o interior do estado”, afirmou.

Comentários
Saúde
  • O Boticario - Banner lateral
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
  • newland
Teresina - PI
Atualizado às 02h59
25°
Muitas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 24°
25°

Sensação

6 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp