Política
Economia
Esportes
Entretenimento
Concursos
  • ITTNet
  • Colegio St Marcelina
  • Governo | Àguas
  • Café Com Energia
  • Grupo CEV
  • Cidade Junina 2020 - Apresentação
Postada em 29/01/2020 ás 08h40 - atualizada em 29/01/2020 ás 09h15
Fonte: Com informações da Ascom

Secretaria de Saúde define estratégias de prevenção ao coronavírus no estado

Nesta terça-feira (28), o Ministério da Saúde elevou a classificação de risco do Brasil para o nível 2.
Secretaria de Saúde define estratégias de prevenção ao coronavírus no estado
Reunião realizada na secretaria de saúde. Foto: Divulgação

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, reuniu-se, nesta terça-feira (28), com autoridades de saúde, vigilância e fiscalização para definir ações de instruções e cuidados diante da emergência por doença respiratória, causada por agente novo coronavírus.

Entre os pontos definidos na reunião estão capacitação dos profissionais da saúde da Atenção Básica e dos hospitais regionais e de referência; reunião com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), Controladoria Geral do Estado (CGE) e setor de compras da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) para iniciar um processo de dispensa de licitação para aquisição de equipamentos de prevenção em caráter de urgência e instalação de uma equipe de monitoramento, que se reunirá mensalmente para analisar o estado da doença.

De acordo com Florentino Neto, a Sesapi vai focar, no primeiro momento, já que não há registro de casos no Brasil, na capacitação das equipes de saúde para o diagnóstico de insuficiências respiratórias e no manejo dos pacientes que possam apresentar sintomas da doença.

“A Sesapi convocou essa reunião para discutirmos e estabelecer ações conjuntas com os demais órgãos com relação à doença respiratória grave, causada pelo coronavírus. O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde estabeleceram uma situação de alerta, e nós aqui do Piauí fizemos esse grupo de trabalho, de onde tiramos encaminhamentos, que a gente possa ter uma ação de prevenção e sendo detectado casos, tenhamos como atuar prontamente”, afirmou o gestor.

O superintendente de Atenção Integral à Saúde da Sesapi, Herlom Guimarães, disse como será realizado o monitoramento do coronavírus pelas unidades básicas de saúde. “A Vigilância Epidemiológica, junto à Atenção Básica, têm a preocupação primordial de qualificar seus profissionais, já que sabemos que a atenção primária é a porta de entrada desses pacientes. É bom sempre frisar à população, que entramos em nível de alerta da doença e é uma questão que muda a conduta do que temos que fazer, por isso o foco da Sesapi é em capacitar nossos profissionais, para que possam fazer um atendimento de eficiência”, ressalta Guimarães.

Para a coordenadora de Epidemiologia da Sesapi, Amélia Costa, os principais cuidados que o Brasil deve ter nesse momento é em relação ao período do Carnaval, já que o país receberá turistas vindo de vários locais do mundo. “Nós estamos vigilantes em todas as regiões, mas principalmente naquelas em que o fluxo de turistas, durante o período do Carnaval se intensifica, para que nossas equipes estejam prontas para qualquer atendimento, já que está quase que 100% confirmado, que a transmissão da doença é dada de pessoa para pessoa”, afirmou a especialista.

Classificação de risco

Nesta terça-feira (28), o Ministério da Saúde elevou a classificação de risco do Brasil para o nível 2, que significa “perigo iminente” – até segunda-feira (27) o país estava em nível 1 de alerta. A mudança de patamar faz parte de um protocolo envolvendo a escala, que vai de 1 a 3 – o nível mais elevado só é ativado quando são confirmados casos transmitidos em solo nacional. Nível 1- alerta, Nível 2 – perigo iminente e Nível 3 – emergência em saúde publica.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) voltou atrás e passou a classificar como “elevado” o risco internacional de contaminação pelo novo coronavírus. A organização esclareceu que, por um “erro de formulação”, havia apontado o risco como “moderado”.

O novo coronavírus, que já infectou 4564 mil pessoas em 14 países. O vírus é transmissível em seu período de incubação, ou seja, antes dos sintomas aparecerem. Nomeado oficialmente de 2019-nCoV, o novo coronavírus causa infecção respiratória aguda. Sintomas começam com uma febre, seguida de tosse seca e, depois de uma semana, leva à falta de ar. Ainda não há cura nem vacina.

Comentários
Saúde
TV Clube Notícias
Facebook
  • newland

Teresina - PI

Obtido às 03:19

26º

Min 23º Max 30º

Pancada de chuva

79% 15 km/h Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel
RAPIDINHAS
Postada em 11/05/2018 ás 08h38

O Piauí é um dos estados que apresentaram maior crescimento nos gastos com a previdência de servidores, entre 2005 e 2016. Os dados, divulgados por Estadão, são de um levantamento realizado pelo economista piauiense Raul Velloso. O estudo aponta ainda que neste período, os gastos dos estados - na média - cresceram até 111%, chegando aos R$ 163 bilhões no último ano. Além do Piauí, Sergipe e Santa Catarina também registraram aumentos consideráveis nos gastos com a previdência. Os dados completos do estudo serão apresentados em um fórum nacional nesta quinta-feira (10).

Postada em 09/05/2018 ás 08h26

Não houve acertadores para as seis dezenas do concurso 2.038 da Mega-Sena, realizado nesta noite (8), em Maravilha (SC). As dezenas sorteadas foram: 06 – 25 – 26 – 35 – 38 - 40. O prêmio estimado era de R$ 28 milhões. A estimativa de prêmio do próximo concurso, que ocorre na próxima quinta-feira (10), é distribuir R$ 30 milhões. A Quina teve 28 apostas ganhadoras, e cada um vai levar R$ 65.960,70. Outras 2.768 pessoas ganharam na Quadra, com prêmio de R$ 953,18 para cada.

Postada em 06/03/2018 ás 09h53

Há exatos 5 anos, no dia 6 de março de 2013 morreu o cantor e compositor da banda Charlie Brown Jr, Chorão. Fãs prestam homenagem na Internet ao ídolo.

Postada em 22/02/2018 ás 10h20

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) atualizou, nesta sexta-feira (16/02), os dados do setor de planos de saúde que são disponibilizados para consulta na Sala de Situação. Os números relativos a janeiro confirmam a tendência de estabilidade que vinha sendo observada ao longo de 2017, com leve crescimento tanto no comparativo mensal como no comparativo dos últimos 12 meses. São 47,4 milhões de beneficiários em planos médico-hospitalares no país, 119,5 mil a mais que o número registrado em dezembro e cerca de 64 mil a mais em relação a janeiro do ano passado.

Postada em 22/02/2018 ás 10h19

Com o objetivo de supervisionar e assegurar o exercício legal da profissão, o Conselho Regional de Administração do Piauí (CRA-PI) realizou a fiscalização em 75 empresas no último ano. Ao todo, foram arrecadados mais de R$ 12 mil em multas aplicadas.

Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium