Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 08/06/2018 ás 10h34 - atualizada em 08/06/2018 ás 10h58
Fonte: Com informações do G1

Ministro Moreira Franco cumpre agenda em Teresina e Parnaíba nesta sexta-feira

Pela manhã, o ministro de Minas e Energia participa de solenidade com o prefeito; a tarde a agenda será em Parnaíba.
Ministro Moreira Franco cumpre agenda em Teresina e Parnaíba nesta sexta-feira
Homem forte de Temer, ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. Foto: André Dusek / Estadão

A convite do deputado federal, Heráclito Fortes, o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco cumpre agenda na cidade de Teresina e Parnaíba nesta sexta-feira (08). Em Teresina, ele participa nesta manhã de solenidade na Prefeitura de Teresina da assinatura do acordo de conciliação extrajudicial na capital. 

Com este acordo, a Eletrobras deve pagar mais R$ 93 milhões à prefeitura de Teresina. O valor se refere a uma disputa judicial da prefeitura com a distribuidora de energia. Em acordo na Justiça, ficou provado que era a Eletrobras que devia à prefeitura o valor cobrado pela distribuidora de energia em demanda com a iluminação pública.

O ministro também faz o anúncio de obras para a capital pelo programa Luz Para Todos, que beneficiarão 3 mil famílias. Até 2020 devem ser liberados R$ 29,7 milhões para Teresina. Na solenidade estão presentes senadores Ciro Nogueira e Elmano Ferrer, deputados federais, vereadores da capital e o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior.

Em Parnaíba, o ministro será recepcionado pelo pre­feito Mão Santa e visitará os Tabuleiros Litorâneos e os lotes da 1ª Etapa. A conclusão das obras do Proje­to abrirá novos postos de trabalhos. Atualmente, o perí­metro Irrigado Tabuleiros Li­torâneos produz mais de dez tipos de frutas, sendo a ace­rola a maior produção, com mais de 5.700 toneladas por ano. Outro diferencial do pro­jeto é o cultivo de produtos orgânicos que chega a 80%.

Alvo de Investigações

Moreira Franco, nasceu em Teresina, mas fez larga carreira política fora do Piauí. Ele atualmente é alvo de investigações pela Polícia Federal, na Operação Lava Jato. Também são investigados, o presidente Michel Temer e o ministro da Casa Civil, Elizeu Padilha. O inquérito apura o suposto de pagamento de propina pela Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil quando a pasta foi comandada pelo MDB, em 2014.

Na última quarta-feira (06), a Polícia Federal pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Facchin, relator do caso, a quebra do sigilo de Temer, Moreira Franco e Elizeu Padilha. A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou contra o pedido da PF para quebra de sigilo telefônico do presidente. Porém, se manifestou a favor da quebra de sigilo dos ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha. Raquel Dodge considerou que não há indícios consistentes, até agora, contra o presidente para deferir a medida.

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, negou a quebra do sigilo telefônico do presidente Temer, mas autorizou a medida para os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco nesta quinta-feira (07).

Comentários
Política
Facebook
Teresina - PI
Atualizado às 10h29
27°
Muitas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 24°
29°

Sensação

9 km/h

Vento

79%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Instagram
  • banner lateral - 07-12 vem pro parque
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp