Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 26/05/2021 ás 13h44

Wellington Dias e mais oito governadores serão ouvidos pela CPI da covid-19

As convocações miram estados investigados pela Polícia Federal por supostas irregularidades na destinação de recursos federais.
Wellington Dias e mais oito governadores serão ouvidos pela CPI da covid-19
Foto: Lucas Dias/GP1

Senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) aprovaram na manhã desta quarta-feira (26) a convocação do governador Wellington Dias, presidente do Fórum de Governadores e do Consórcio Nordeste, a prestarem depoimentos.

As convocações miram estados investigados pela Polícia Federal por supostas irregularidades na destinação de recursos federais para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

“Farei isso com imenso prazer no sentido de colaborar com os esclarecimentos necessários. Até porque tenham também uma visão por parte dos Estados do que aconteceu neste período da pandemia”, disse o governador em entrevistas anteriores sobre a possibilidade de convocação.

Veja os convocados:

Wilson Lima (Amazonas);
Waldez Goes (Amapá);
Ibaneis Rocha (Distrito Federal);
Helder Barbalho (Pará);
Coronel Marcos Rocha (Rondônia);
Antônio Denarium (Roraima);
Carlos Moisés (Santa Catarina);
Mauro Carlesse (Tocantins); e
Wellington Dias (Piauí).

Reconvocações

Ainda nesta sessão, a comissão parlamentar também aprovou as reconvocações do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e do atual chefe da pasta federal, Marcelo Queiroga.

No entendimento dos senadores, a relevância do retorno de Pazuello decorre das contradições que o general apresentou no seu primeiro depoimento.

A reconvocação, que antes era vista como uma possibilidade, virou realidade após o general participar de ato ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com motociclistas no Rio de Janeiro, sem máscara e causando aglomeração.

O depoimento de Queiroga, por sua vez, foi “pouco esclarecedor”, na avaliação dos integrantes da comissão parlamentar. Atual chefe da Saúde, o cardiologista foi evasivo sobre o uso da cloroquina no tratamento de pacientes da Covid-19, não contrariou as manifestações e posicionamentos do mandatário do país, e reiterou a importância da vacinação no enfrentamento da crise sanitária.

CPI da Covid

A CPI da Covid destinou a sessão desta quarta-feira (26/5) apenas para a votação de requerimentos de convocação e informação. Na terça (25/5), o colegiado colheu o depoimento da secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro.

Mayra foi a nona depoente da comissão. Antes dela, os senadores ouviram os ex-ministros Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello, além do atual chefe da Saúde, Marcelo Queiroga.

O ex-chanceler Ernesto Araújo, o gerente-geral da Pfizer para a América Latina, Carlos Murillo, o ex-secretário de Comunicação da Presidência Fabio Wajngarten e o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, também prestaram depoimento.

A CPI da Covid-19 tem o objetivo de investigar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas, com o desabastecimento de oxigênio hospitalar, além de apurar possíveis irregularidades em repasses federais a estados e municípios.

Comentários
Política
  • newland
  • Lateral - Vem pro parque - Home 03
  • O Boticario - Banner lateral
Teresina - PI
Atualizado às 02h29
25°
Muitas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 24°
25°

Sensação

6 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Podcast Momento Jurídico
Facebook
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp