Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 17/01/2019 ás 12h06 - atualizada em 17/01/2019 ás 12h10

Confira outras denuncias de corrupção que envolvem o senador Ciro Nogueira

O nome do senador é citado diversas vezes em operações suspeitas que envolvem esquema de propina.
Confira outras denuncias de corrupção que envolvem o senador Ciro Nogueira

JOESLEY RECONHECE PROPINA A CIRO

Em depoimento à Polícia Federal, o empresário Joesley Batista, acionista do grupo J&F, confirmou ter repassado uma mala com R$ 500 mil em espécie a Ciro Nogueira. As informações foram prestadas ao delegado Cleyber Malta Lopes, em 6 de abril de 2018. De acordo com o empresário, a entrega dos valores foi efetuada pelo então diretor de relações Institucionais da J&F, Ricardo Saud, na garagem da residência de Batista, na capital paulista, em 17 de março de 2017. 

EX-ASSESSOR TAMBÉM CONFIRMA

O ex-assessor de Ciro Nogueira, José Expedito Rodrigues, relatou à Polícia Federal que transportou por várias vezes bolsas e malas com dinheiro para o presidente do Progressistas. No depoimento, de outubro de 2016, Rodrigues afirmou que por duas vezes transportou valores dentro de bolsas no trajeto entre São Paulo e o Piauí. Em uma dessas viagens, o ex-assessor disse que levou R$ 150 mil da capital paulista para Teresina e entregou diretamente na casa do senador.

No depoimento, anexado a um dos inquéritos que investigam no Supremo Tribunal Federal (STF) a possível participação de Ciro Nogueira no esquema da Lava-Jato, o ex-assessor Rodrigues declarou que as entregas foram feitas inclusive em um shopping para uma pessoa ligada ao presidente do Progressistas, segundo relatou. E mais: afirmou que Ciro Nogueira também mantinha no Rio de Janeiro um imóvel situado na Av. Vieira Souto,em Ipanema, um dos metros quadrados mais caros do Brasil, e que teria ido nesse imóvel diversas vezes, "algumas delas com o propósito de apanhar valores para serem transportados”, disse.

FEDERAL FEZ BUSCAS

Em 27 de setembro, a Polícia Federal vasculhou endereços que têm alguma ligação com o senador Ciro Nogueira, em Teresina. As buscas foram autorizadas pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, e fizeram parte do inquérito que apura os crimes de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro, supostamente praticados pelo presidente do Progressistas, por empresários e por doleiros. O objetivo da operação da PF foi rastrear a rota da propina entre a Odebrecht e políticos ligados ao Progressistas.

Em 24 de abril de 2018, a Polícia Federal apreendeu cerca de R$ 200 mil na residência de Ciro Nogueira, em Teresina, em operação de busca e apreensão. O senador nega qualquer envolvimento com irregularidades.

Comentários
Política
TV Clube Notícias
Facebook
Teresina - PI
Atualizado às 23h36
29°
Alguma nebulosidade Máxima: 38° - Mínima: 23°
31°

Sensação

15 km/h

Vento

62%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Instagram
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2020 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp