Política
Economia
Clube Entretenimento
Entretenimento
Concursos
Downloads
Postada em 05/04/2018 ás 19h53
Fonte: Com informações da TV Mirante

Governador aluga prédio que ‘já possui’ no valor de R$ 3,6 milhões e sem licitação no MA

Flávio Dino abandonou prédio próprio para mudar setor de armazenamento de medicamentos para prédio alugado.
Governador aluga prédio que ‘já possui’ no valor de R$ 3,6 milhões e sem licitação no MA
Governador do Maranhão - Flávio Dino (foto: Revista Fórum)

O Governo do Estado do Maranhão alugou um imóvel no município de Paço de Lumiar, região metropolitana de São Luís, com dispensa de licitação, mesmo o contrato sendo de quase R$ 4 milhões. O espaço é um galpão que deveria servir como depósito de medicamentos, entretanto, a Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão já tem um imóvel próprio que é utilizado para o mesmo fim.

O prédio novo fica em Paço do Lumiar, na região metropolitana de São Luís, e foi inaugurado em setembro do ano passado. Segundo o próprio portal notícias do Governo do Estado disse que o lugar seria a primeira Central de Abastecimento Farmacêutico do Estado.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, seria um galpão com capacidade para armazenar seis mil itens diferentes, entre medicamentos e material médico hospitalar. No entanto, até então já existia uma Central de Abastecimento Farmacêutico do Estado funcionando em um galpão em São Luís (MA). Ou seja, o que antes era um imóvel próprio, agora é um local alugado. O aluguel foi feito pelo Governo com dispensa de licitação e está custando R$ 60 mil mensais, em um com contrato de cinco anos, ou seja multiplicado esse valor por 60 meses, o valor total chega a três milhões e seiscentos mil reais.

Ainda segundo o Portal da Transparência em 31 julho de 2017, o Governo do Maranhão adiantou três meses de aluguel, pagando R$  180 mil reais do aluguel do imóvel antes mesmo de começar a utilizar. O contrato foi firmado com a empresa M&R Barroso Locações Imobiliárias LTDA, que ‘estranhamente’ só foi aberta dois meses antes da assinatura do contrato e do primeiro pagamento.

A nova central de medicamentos, segundo o Portal da Transparência, custou 420 mil reais aos cofres públicos, entre julho e dezembro do ano passado. Neste ano, os pagamentos não aparecem nos registros do portal. Dentro do local alugado já existem medicamentos estocados, enquanto o imóvel que pertence ao Governo está com sinais de abandono, com muito mato ao redor do prédio.

Confira reportagem da TV Mirante sobre o assunto:

Comentários
Política
Facebook
Teresina - PI
Atualizado às 10h08
26°
Muitas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 22°
28°

Sensação

11 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
  • Amarração Hotel (atualizado 31-07)
Instagram
  • banner lateral - 07-12 vem pro parque
Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2021 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium
Envie-nos uma mensagem!WhatsApp