Política
Eleições 2018
Economia
Esportes
Entretenimento
Concursos
Postada em 05/04/2018 ás 20h47 - atualizada em 05/04/2018 ás 20h57

Moro determina a prisão de Lula e dá prazo para ex-presidente se entregar

Ex-presidente deve se entregar até às 17h desta sexta-feira (6) à sede da PF em Curitiba.
Moro determina a prisão de Lula e dá prazo para ex-presidente se entregar
Lula e juiz Sérgio Morto. (foto: Divulgação)

Foi promulgada a sentença condenatória contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Agenor Franklin Magalhães Medeiros e José Adelmário Pinheiro Filho, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A sentença é da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR) e baseia na ação penal proposta pelo Ministério Público Federal (MPF).

A defesa do réu, Luiz Inácio, mais conhecido como ‘Lula’, chegou a apelar aos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em sessão no dia 24/01/2018, que por unanimidade dos votos mantiveram as condenações dos réus, alterando-as para a seguinte forma:

Luís Inácio Lula da Silva – 12 anos e 1 mês de reclusão, em regime inicial fechado, e duzentos e oitenta dias multa;

José Adelmário Pinheiro Filho, três anos, seis meses e vinte dias de reclusão, em regime inicial semiaberto, e setenta-dias multa;

Agenor Franklin Magalhães Medeiros, um ano, dez meses e sete dias de reclusão, em regime aberto, e quarenta e três dias multa.

Na decisão, foi dada ordem para execução das penas após a decisão condenatória, porém a defesa dos réus entrou com um pedido de habeas corpus no Supremo, que já na madrugada desta quinta-feira (5) decidiram por 6 votos conta e 5 a favor, negaram a concessão do habeas corpus, que suspenderia a decisão pela prisão do ex-presidente Lula. 

Com isso, ‘Em observância ao quanto decidido pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal no Habeas Corpus nº 126.292/SP, tão logo decorridos os prazos para interposição de recursos dotados de efeito suspensivo, ou julgados estes, deverá ser oficiado à origem para dar início à execução das penas."

Tendo nesta quinta-feira (5), o juiz do caso, Sérgio Moro, emitido despacho ordenando que o o condenado e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se apresente voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba, até às 17h desta sexta-feira (6), quando deverá ser cumprido o mandado de prisão, conforme condenação em duas instâncias da Justiça no caso do tríplex em Guarujá (SP). 

Conforme já descrito acima, A pena definida pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) é de 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado. 

Ainda em seu despacho, o juiz Moro vetou o uso de algemas no ex-presidente ‘em qualquer hipótese’. 

A defesa do ex-presidente Lula, alega que o mandado de prisão contra Lula, contraria decisão proferida pelo próprio TRF-4, que em 24/01, entre outras palavras disse que a execução da penas so poderia ser exercida quando esgotassem todos os recursos possíveis a serem apresentados para o Tribunal, o que a defesa garante que ainda não ocorreu.Tendo a defesa restado a possibilidade de apresentar recursos ao TRF-4, que não tem poder de reverter a condenação. Cujo prazo para tão recurso é somente de 12 dias, tendo portando até o dia 10 de abril para apresentar tao recurso.

Entretanto, o próprio TRF-4 já encaminhou oficio a Moro autorizando o início da execução da pena. Sobre os ‘recursos/despachos’ que ainda podem ser interpostos pela defesa de Lula, o juiz Moro foi enfáticos e disse que tais recursos são “patologia protelatória’ que já deveriam terem sido eliminadas do mundo jurídico. 

Assim que esgotados os recursos junto a 2ª estância, o TRF-4, a defesa de Lula ainda poderá recorrer contra a condenação ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. 

Ao se apresentar à Polícia Federal, o ex-presidente Lula deverá ficar preso numa sala reservada e individual na superintendência, separado dos demais presos, sem qualquer risco para integridade moral ou física do ex-presidente.

Comentários
Política
TV Clube Notícias
Facebook

Teresina - PI

Obtido às 03:17

26º

Min 22º Max 37º

Claro

5:40 am 5:47 pm 62% 11.27 km/h
RAPIDINHAS
Postada em 11/05/2018 ás 08h38

O Piauí é um dos estados que apresentaram maior crescimento nos gastos com a previdência de servidores, entre 2005 e 2016. Os dados, divulgados por Estadão, são de um levantamento realizado pelo economista piauiense Raul Velloso. O estudo aponta ainda que neste período, os gastos dos estados - na média - cresceram até 111%, chegando aos R$ 163 bilhões no último ano. Além do Piauí, Sergipe e Santa Catarina também registraram aumentos consideráveis nos gastos com a previdência. Os dados completos do estudo serão apresentados em um fórum nacional nesta quinta-feira (10).

Postada em 09/05/2018 ás 08h26

Não houve acertadores para as seis dezenas do concurso 2.038 da Mega-Sena, realizado nesta noite (8), em Maravilha (SC). As dezenas sorteadas foram: 06 – 25 – 26 – 35 – 38 - 40. O prêmio estimado era de R$ 28 milhões. A estimativa de prêmio do próximo concurso, que ocorre na próxima quinta-feira (10), é distribuir R$ 30 milhões. A Quina teve 28 apostas ganhadoras, e cada um vai levar R$ 65.960,70. Outras 2.768 pessoas ganharam na Quadra, com prêmio de R$ 953,18 para cada.

Postada em 06/03/2018 ás 09h53

Há exatos 5 anos, no dia 6 de março de 2013 morreu o cantor e compositor da banda Charlie Brown Jr, Chorão. Fãs prestam homenagem na Internet ao ídolo.

Postada em 22/02/2018 ás 10h20

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) atualizou, nesta sexta-feira (16/02), os dados do setor de planos de saúde que são disponibilizados para consulta na Sala de Situação. Os números relativos a janeiro confirmam a tendência de estabilidade que vinha sendo observada ao longo de 2017, com leve crescimento tanto no comparativo mensal como no comparativo dos últimos 12 meses. São 47,4 milhões de beneficiários em planos médico-hospitalares no país, 119,5 mil a mais que o número registrado em dezembro e cerca de 64 mil a mais em relação a janeiro do ano passado.

Postada em 22/02/2018 ás 10h19

Com o objetivo de supervisionar e assegurar o exercício legal da profissão, o Conselho Regional de Administração do Piauí (CRA-PI) realizou a fiscalização em 75 empresas no último ano. Ao todo, foram arrecadados mais de R$ 12 mil em multas aplicadas.

Clube Notícias - Piauí, Teresina, Meio Norte, Nordeste, Parnaíba, Picos, Campo Maior, Piripiri, cotidiano, economia, política, saúde, educação e entretenimento
© Copyright 2018 - Clube Notícias - Todos os direitos reservados
desenvolvido por: Site desenvolvido pela Lenium